Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Fumbel reabre Palacete Bolonha com a realização do 'Círio dos Povos' nesta terça-feira (5)

O Memorial dos Povos e o palacete irão receber shows musicais, espetáculos de dança e teatro e atividades de cinema, contação de história, gastronomia e artesanato

O Liberal

A Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) realiza, nesta terça-feira (5), a programação “Círio dos Povos”, que vai marcar a reabertura do histórico Palacete Bolonha à visitação pública. O Memorial dos Povos e o palacete irão receber shows musicais, espetáculos de dança e teatro e atividades de cinema, contação de história, gastronomia e artesanato. A programação inicia às 16 horas e se encerra às 21 horas, com entrada franca.

O Palacete Bolonha reabrirá as portas com a exposição “Mantos de Rios”, que reunirá na sala de jantar os mantos de Nossa Senhora de Nazaré e os barcos de madeira produzidos por detentos femininos e masculinos do sistema prisional em âmbito do projeto de reintegração social. A mostra é resultado da parceria da Fumbel com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

Mantos e barcos produzidos por detentos femininos e masculinos. (Ascom/Seap)

Também no palacete, em outro salão, a escritora, poetisa e atriz indígena Márcia Kambeba, que é ouvidora do Município de Belém apresenta a contação de histórias amazônicas com a abordagem indígena, às 16 horas.

“Amanhã será o resumo do Círio que vamos fazer. Haverá barracas de vendas de comidas típicas; de pintura; atelier de costura e de marcenaria de detentos e detentas do sistema prisional; de doces das alunas do curso de capacitação do Banco do Povo de Belém, Donas de Si; barraca mística e de associações de mulheres”, conta o diretor do Departamento de Ação Cultural da Fumbel, Cláudio Rego.

O anfiteatro Celso Michiles receberá às 16 horas, o Coral Metropolitano de Belém; às 16h30h, a Banda da Guarda Municipal; às 17 horas, o Grupo Parafolclórico Cia da Amazônia; às 17h30, Eloi Iglesias, ícone da tradicional Festa da Chiquita, realizará uma performance alusiva ao Círio; às 18 horas, a cantora Alba Mariah sobe ao palco para apresentar o show "Círios"; e às 18h30, será apresentado o “Canto João da Hora”, representação artística do Auto do Círio.

O auditório Acyr Castro receberá a mostra de curta metragens sobre o Círio com os filmes “Mãos de Outubro”, de Vitor Souza Lima e produção da Jorane Castro; “Nossa Senhora dos Miritis”, de Andrei Miralha; e “No Movimento da Fé”, de Fernando Segtowick. As exibições ocorrerão em três horários:16 horas, 17h30 e 18 horas.

História e visitação

Palacete Bolonha (Fernando Sette / Agência Belém)

O Palacete Bolonha foi idealizado pelo engenheiro Francisco Bolonha, em 1905. O prédio em estilo Art Noveau de características clássicas é uma das construções históricas que a capital paraense herdou nos tempos áureos do Ciclo da Borracha. Bolonha presentou a esposa com o imóvel, a pianista carioca Alice Tem-brink. O palacete serviu de residência e também chegou a funcionar como sede da Prefeitura de Belém.

A partir da programação do “Círio dos Povos”, o Palacete Bolonha somente poderá ser visitado mediante agendamento prévio pelo telefone (91) 98417-5894. As visitas ocorrerão somente às terças e quintas-feiras, em três horários, em grupos de até 10 pessoas cada. O agendamento abre sempre no início do mês para o período dos próximos 30 dias.

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA