Dj Halden Boy morreu: Djs de Belém fazem homenagens nas redes sociais

O artista faleceu na madrugada deste domingo (03), por insuficiência renal

O Liberal

Faleceu, na noite deste domingo (03), o DJ Halden Boy, artista de destaque há décadas na cena musical eletrônica paraense. De acordo com informações de amigos próximos, Halden estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde a noite de sábado em um hospital particular, com quadro de insuficiência renal. Na internet, os amigos de discotecagem lamentam a perda de Halden.

VEJA MAIS:

image Dj Halden Boy morreu: famoso artista da capital paraense faleceu neste domingo (03)
O artista estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), desde a noite de sábado (02), com insuficiência renal

image Dj Halden Boy morreu: famosa doceria de Belém tem doce com o nome do artista
Feito com bolo de chocolate, morango e creme branco, o doce está no cardápio há pelo menos 15 anos.

image Dj Halden Boy morreu: artista tinha festa de 41 anos de carreira marcada para este mês
A última apresentação do DJ aconteceu no dia 20 de janeiro deste ano

O Dj Fábio Yamada lamentou a morte de Halden nas redes sociais. "Perdi um amigo. O céu ganhou uma festa eterna. Vá em paz Halden", disse o Dj na postagem.

Colegas que dividiam o comando de festas na noite de Belém, Dj Ivan Davis também expressou os sentimentos no Instagram e relembrou os eventos que o Dj Halden Boy costumava tocar. "Festa Pan e Sequência Máxima sentirão muita falta de você!", escreveu Ivan na legenda da publicação.

Com uma foto do começo da carreira de destaque de Halden, Dj Roberto Penna, publicou um texto em homenagem ao artista e ressaltou seu talento e fala dele como o "gênio que inspirou gerações de Djs".

"Quem frequentou as casas noturnas nos anos 80, teve o prazer de ver tocar aquele que não errava nenhuma mixagem. Munido de uma técnica e habilidade perfeitas, o Halden foi o melhor DJ que já vi tocar naquela época. As noites da Mistura Fina jamais seriam iguais sem ele. Foram muitas mixagens inventadas e copiadas. Lembro como se fosse hoje ele tocando e cantando (com a letra impressa na mão) o Blue Monday na cabine do Gemini Hot vestindo um daqueles casacos pretos longos da era Dark. Quantos finais de tarde embalando as pessoas na Cidade Morena, Radio Cidade e Jovem pan…
Muitas historias ao longo desses anos de amizade. Fico feliz de poder ter estreitado a nossa amizade e de ter dito isso pra ele algumas vezes. A noite paraense perde o Haldenboy. Os amigos perdem o querido Halden. Eu perdi o gênio que inspirou gerações de DJ. Que Deus o tenha! 🙏🏻", publicou o amigo do artista.

O coordenador do Sistema Liberal de Rádio, Edmilson Mota, lembra do Halden como um profissional que sempre buscava estar à frente das inovações no setor. “Era um cara muito organizado com as coisas dele, performático, tudo ele via para suas apresentações. Era um showman, sempre gostava de ser o primeiro. Ele inventou muita coisa como DJ. Era um cara muito divertido e brincalhão, vivia feliz, um cara fantástico, todos gostavam dele”, destaca.

Mota também relembra de uma viagem fez com Halden Boy para o show de Madonna, em 1993, e quanto aquilo impactou o DJ. “Eu estava lá nesse show. Pensa em um cara fã da Madonna, era ele. Nós fomos entre umas 19 ou 20 pessoas da Rádio Liberal. Ele já estava na Jovem Pan na época, foi lá que ele já voltou transformado. Era uma pessoa muito boa. Era amigo que quando precisava de algum show dele, sempre ia”, assegura.

Dj Marcelo Paes, costumava tocar com Halden nas festas dos ritmos dos anos 70 e 80, lamentou a perda do amigo e diz que hoje "as pick-ups de Belém silenciam, ficam mais tristes, mudas, sem um brilho que só ele sabia dar". 

"Eu acabo de perder um amigo. Um grande amigo. Com quem dividi muitos momentos de alegria, alguns nem tão felizes, mas todos eles atravessados pelo meu carinho e imenso respeito por este profissional que foi influência pra mim, de quem sempre fui grande fã, e de quem tive a honra de me aproximar nos últimos anos. Eu perco um amigo, e a cena da discotecagem em Belém perde um DJ cheio de identidade, que inspirou muitos de nós, e seguirá inspirando, através do legado de talento e alegria que deixa como herança pra esta cidade. Que Deus te receba, meu amigo, e que tenhas a certeza que estarei aqui, honrando tua memória e tudo que aprendi contigo", lamentou .

O corpo está sendo velado desde às 6h desta segunda-feira (04) na Capela Mortuária dos Capuchinhos, bairro do Guamá, em Belém, aberto para o público. O enterro deverá sair às 11h, para o cemitério Santa Izabel, no bairro do Guamá. 

 

Entre no nosso grupo de notícias no WhatsApp e Telegram 📱
Cultura
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA