De Marcelinho Carioca a Kid Bengala, os famosos que naufragaram nas eleições 2020

Nomes como Diego Hipolyto não conquistaram os eleitores

Mesmo que muitos tenham sido eleitos, outros famosos amargaram derrotas nas urnas nesse domingo (15) e não conseguiram usar sua popularidade para alcançar um cargo público.

Entre os famosos que foram mal nos votos, está o socialite Chiquinho Scarpa que apostou no slogan: “São Paulo é uma causa nobre”, mas não conseguiu se eleger pelo PSD e só teve 1.177 votos.

Clóvis Basílio dos Santos, conhecido por seu nome artístico como ator pornô, Kid Bengala, tentou um lugar na Câmara pelo PTB. Mesmo com trocadilhos sexuais em suas propagandas políticas, dizendo que é “pau para toda obra”, ele não conseguiu vencer.

Outras subcelebridades que ficaram de fora foram a cantora Nenem, da dupla Pepê e Nenem, que teve 826 votos pelo Pros; o ex-sósia de Marcos Mion, conhecido como “Mionzinho”, Victor Coelho que disputou pelo Novo, e teve 2.171 votos; e o ex-participante do programa Pânico na TV, que interpretava o bordão “Pedala, Robinho”, Nestor Bertolino Neto, que obteve apenas 213 votos pelo MDB.

O ex-ginasta Diego Hypolito também concorreu pelo PSB e não teve sucesso: foram 3,7 mil votos, sem vitória.

Depois de posar ao lado do presidente Jair Bolsonaro vestindo a camisa do Corinthians, Marcelinho Carioca pleiteou o cargo de vereador também em São Paulo pelo PSL e teve resultado pouco satisfatório: foi o quarto mais votado do partido, com 7 mil votos, e não se elegeu.

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA