Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Projeto Cinema Marajó debate utilização do cinema na educação

Debate será transmitido em live nesta quarta-feira, dia 30, no canal do Projeto no Youtube

Redação Integrada

Um debate que continua sempre pertinente é como educar as novas gerações. A necessidade de educar e integrar às novas ferramentas está presente há séculos nos debates acadêmicos. Entender como o cinema pode servir para a educação é o principal ponto de discussão da roda de conversa online do Projeto Cinema Marajó.

O projeto reunirá pesquisadores e produtores hoje em um debate na internet pelo canal do Projeto Cinema Marajó, no Youtube. O projeto é uma realização do Grupo de Antropologia Visual – VISAGEM, da Universidade Federal do Pará (UFPA).

A mesa discutirá a importância do cinema na educação e a utilização como ferramenta metodológica, além de mostrar a importância do envolvimento das crianças, desde as primeiras séries, na produção audiovisual para ampliar a visão de mundo dos alunos. A ideia é envolver professores, pesquisadores e alunos numa discussão que pode levar a mudanças na utilização do cinema dentro dos padrões curriculares.

“O projeto é uma iniciativa do grupo de pesquisa em Antropologia Visual e da imagem - Visagem, vinculado ao programa de pós-graduação em Sociologia e Antropologia PPGSA da UFPA. A proposta surgiu a partir das experiências similares já realizadas em municípios do arquipélago do Marajó. O objetivo principal é a realização de oficinas de audiovisual, mostra de filmes e inserção em campo a partir das linguagens do cinema e fotografia”, explica a coordenadora do projeto, Denise Machado Cardoso.

Dentre os participantes do debate está a doutora em Educação pela Universidade Federal de Goiás, Maria Alice Carvalho Rocha, que tem estudos e produtos artísticos centrados na temática da infância no cinema e em produções audiovisuais. Outro convidado é José da Silva Ribeiro, mestre em Comunicação Educacional Multimedia pela Universidade Aberta de Portugal e doutorado em Ciências Sociais – Antropologia pela Universidade Aberta de Portugal e realiza trabalho de campo em Portugal, Cabo Verde, Brasil, Argentina e Cuba.

Outra participante é Raquel Pacheco da Rede Primeiro Plano, pesquisadora de pós-doutorado pelo Centro de Investigação em Artes e Comunicação (CIAC) da Universidade do Algarve e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de Portugal. Completa a mesa a coordenadora do Projeto Cinema Marajó e do Grupo de Antropologia Visual da UFPA, Denise Cardoso.

Além da live, duas oficinas estavam programadas pelo projeto, mas precisaram ser adiadas por causa da pandemia de covid-19. As oficinas de fotografia e outra de introdução ao audiovisual serão realizadas nas cidades marajoaras de Melgaço e Breves com datas ainda a serem definidas. As oficinas terão seus resultados apresentados numa Exposição Virtual e na Mostra de Cinema Documentário na Plataforma AmazôniaFlix.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM CINEMA

MAIS LIDAS EM CULTURA