Festival Osga 2019 terá literatura como tema deste ano

‘O livro é uma felicidade encadernada’: frase do poeta e escritor Paes Loureiro ilustra o tema deste ano do Osga

Vito Gemaque

O Festival Audiovisual de Vídeos Universitários Osga 2019 revelou na manhã de ontem o tema da 16ª edição. O evento, realizado pelo curso de Comunicação Social da Universidade da Amazônia (Unama) terá como tema a frase “O livro é uma felicidade encadernada” do poeta, escritor e professor universitário João de Jesus Paes Loureiro. O escritor será o primeiro homenageado do festival. Dentre as novidades desta edição estão a possibilidade de participação de estudantes de pós-graduação. O grupo Liberal também será um dos parceiros do 16º Festival Osga.

O lançamento foi realizado na Galeria de Arte Graça Landeira, do campus Alcindo Cacela, com muitos estudantes, professores e parceiros. Os universitários de todo o Brasil poderão participar do festival por meio da submissão de trabalhos no site (osga.leiaja.com). As datas de inscrições ainda serão divulgadas, assim como os quesitos de avaliação.

A noite da premiação acontecerá no dia 22 de dezembro, no Cine Olympia, o mais antigo cinema em funcionamento, localizado no bairro da Campina. Os vídeos poderão concorrer nas categorias “Curta de Ficção”, “Vídeo Arte”, “Vídeo Minuto”, “Vídeo Publicitário”, “Minidocumentário” e “Vídeo Mobile” e os pós-graduandos na categoria “Vídeo Sustentável”.

Pelo terceiro ano, o festival será aberto também para estudantes de ensino médio de escolas públicas, que produzirão vídeos em oficinas realizadas pela Unama nas escolas. A reitora da Unama, Betânia Fidalgo, destaca que esta ligação entre a universidade e os estudantes do ensino médio está nos fundamentos da instituição.

“O que importa é que consigamos dar acesso à educação dos jovens seja nas universidades públicas, ou na Unama. Este ano a tendência do Osga é valorizar os poetas e literários que pensam a Amazônia e que conseguem se expressar através da arte, como o professor que orgulha a todos nós, João de Jesus Paes Loureiro”, avaliou.

Lançamento do Festival Osga 2019, da Unama (Fábio Costa/ O Liberal)

De acordo com o coordenador do Curso de Comunicação Social da Unama e do Festival Osga, Mário Camarão, há 16 anos o evento tem trazido inovações no audiovisual ao revelar novos talentos. “O festival é super importante porque muitos dos estudantes acabam fazendo o vídeo como uma brincadeira no curso deles e acabam ganhando espaço no mercado do audiovisual. Temos muitos exemplos de estudantes que entraram para o mercado do audiovisual após participar do Osga, recentemente tivemos alunos premiados na França e São Paulo”, enfatiza.

Para o crítico Marco Antônio Moreira, da Associação de Críticos de Cinema do Estado do Pará (ACCPA), incentivar a produção audiovisual dos jovens com festivais como o Osga é fundamental para descobrir novos talentos constantemente e renovar as gerações. “Festival no Brasil inteiro sempre tem este poder de estimular e provocar o interesse pelo audiovisual. No caso do Osga ele faz um trabalho fantástico. Existem poucas atividades aqui em Belém, isso é fora do normal, não é muito frequente haver certo estímulo para que o aluno possa se interessar em fazer um vídeo”, explica. Os jovens têm uma capacidade de absorver várias influências e transpô-las para o produto audiovisual.

Grupo Liberal é o novo apoiador do festival

O Grupo Liberal é o mais novo apoiador do Festival Osga. A partir deste ano, a divulgação do evento acontecerá nos veículos do grupo. Os vídeos produzidos para concorrerem ao festival neste ano e dos vencedores dos anos anteriores serão disponibilizados para o público brasileiro pela plataforma LibPlay, do portal OLiberal.com. Para o diretor de marketing do jornal O Liberal, Rodrigo Vieira, o Osga já é um festival consolidado em nível nacional e exemplo de projeto bem sucedido da Unama.

“O grupo Liberal tem buscado apoiar mais a cultura paraense e as instituições de ensino. A gente realmente acredita que só é possível transformar um país, por meio da educação de qualidade. Este ano começamos a conversar com algumas instituições e uma delas foi a Unama. Surgiu a oportunidade de a gente fazer um apoio institucional ao Osga, festival de curtas metragens, que já alcançou todo o País, e envolve não só o Pará, mas estudantes de outros Estados. O objetivo é que a gente, por meio dos nossos veículos de comunicação e plataformas, demos mais visibilidade para o projeto”, afirmou o diretor de Marketing do jornal, Rodrigo Vieira.

O professor Mário Camarão considera que a parceria é muito importante para contribuir na divulgação do evento. “Ao longo destes anos percebemos que o Osga se profissionalizou, na medida em que ele revela novos talentos do audiovisual. Isso é muito importante para o Pará, para a Amazônia e para o País. Hoje sabemos que muitos festivais têm curta duração. O Osga é o terceiro festival mais antigo em funcionamento no país. Fazendo com que ele tenha mais parceiros como o grupo Liberal contribui para divulgar e ampliar ainda mais o festival”, destacou.

Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!