Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Confira os indicados e o que pode ocorrer no 26º Critics Choice Awards, forte termômetro do Oscar

Os melhores do cinema e TV, segundo a crítica dos Estados Unidos e Canadá, serão conhecidos pelo público em cerimônia híbrida

Lucas Costa

A temporada de premiações da sétima arte dá um novo passo neste domingo, 7, quando ocorre a cerimônia do 26º Critics Choice Awards - historicamente considerado um dos principais termômetros do Oscar. A premiação entregue pela Broadcast Film Critics Association (BFCA) terá transmissão no Brasil pelo canal de TV paga TNT. Seguindo o Globo de Ouro, que abriu a temporada no último domingo, o Critics Choice deve fazer justiça a alguns dos esnobados da premiação da imprensa, como a possibilidade de reconhecimento para “I May Destroy You” (HBO), aclamada série de Michaela Coel.

O ator e cantor Taye Diggs retorna à apresentação do prêmio pelo terceiro ano consecutivo, e seguindo o modelo da pandemia, o 26º Critics Choice Awards terá um formato híbrido: parte presencial e parte virtual. Diggs e outros apresentadores da noite aparecerão direto de um palco em Los Angeles, enquanto os indicados aparecerão de forma remota, direto de suas casas.

Entre os indicados nas categorias de filmes, “Mank” (Netflix) sai na frente com o maior número de indicações, um total de 12 incluindo Melhor Filme, Melhor Ator para Gary Oldman, Melhor Atriz coadjuvante para Amanda Seyfried e Melhor Diretor para David Fincher. Vale lembrar que o longa, que acompanha a história do roteirista Herman J. Mankiewicz na criação de “Cidadão Kane” (1941), foi o grande esnobado do Globo de Ouro, não vencendo em nenhuma das seis categorias que foi indicado.

Em número de indicações, “Minari” (A24) está logo em seguida, com 10 no total. O filme de Lee Isaac Chung mostra o drama de imigrantes coreanos nos EUA, e está entre os favoritos em algumas das principais categorias. “A Voz Suprema do Blues” e "Notícias do Mundo” têm ambos oito indicações.

A Netflix sai na frente no Critics Choice, carregando um total de 72 indicações entre as categorias de cinema e TV. HBO/HBO Max seguem o rank com 24 indicações no total, e Amazon Studios entra no pódio com 18 no total. Ponto para os brasileiros, já que as três plataformas estão disponíveis no país.

Nas categorias do Critics Choice que reconhecem os trabalhos da TV, produções da Netflix queridinhas dos prêmios saem na frente: “Ozark” e “The Crown” têm seis indicações cada, incluindo a de Melhor Série de Drama. As atuações também foram reconhecidas: por “Ozark”, Jason Bateman e Laura Linney concorrem respectivamente nas categorias de Melhor Ator e Melhor Atriz em Série de Drama; enquanto Tom Pelphrey, Julia Garner, e Janet McTeer estão todos indicados nas categorias de coadjuvantes.

A realeza de “The Crown” também entra no páreo, com Olivia Colman e Emma Corrin indicadas ao prêmio de Melhor Atriz em Série de Drama, enquanto Josh O’Connor é indicado ao troféu de Melhor Ator em Série de Drama. Tobias Menzies e Gillian Anderson também estão indicados nas categorias de coadjuvantes.

Olivia Colman, inclusive, pode tornar-se a primeira atriz premiada por suas atuações na TV e cinema pelo prêmio, já que além da indicação pelo papel em “The Crown”, a vencedora do Oscar concorre na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante pelo filme “Meu Pai”.

As categorias de TV trazem ainda outras queridinhas do público: “O Gambito da Rainha” (Netflix), indicada em Melhor Minissérie, Melhor Atriz em Minissérie para Anya Taylor-Joy, e Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie para Marielle Heller; e “The Mandalorian” (Disney+), a série do Baby Yoda, indicada a Melhor Série de Drama.

Nas indicações, o Criticis Choice também faz justiça à alguns esnobados do Globo de Ouro, como “I May Destroy You” (HBO), série de Michaela Coel que explora questões relacionadas ao consentimento sexual na vida contemporânea. A produção é indicada nas categorias de Melhor Minissérie e Melhor Atriz de Minissérie para Michaela Coel.

A série “Insecure” (HBO) também ganha indicação para sua criadora e protagonista Issa Rae, em Melhor Atriz em Série de Comédia; e o filme "Destacamento Blood", tem seis indicações, incluindo a de Melhor Direção para o vencedor do Oscar, Spike Lee; e Melhor Ator Coadjuvante para Chadwick Boseman.

A falta de indicações para as séries de Coel e Rae, assim como o filme de Spike Lee ao Globo de Ouro, abriu o debate sobre racismo e falta de representatividade na premiação da imprensa. As três produções são encabeçadas e protagonizadas por pessoas negras, e a academia de votantes do Globo de Ouro não tem nenhum integrante negro.

Confira a lista de indicados do 26º Critics Choice Awards:

 

- CINEMA

MELHOR FILME

  • Destacamento Blood (Netflix)
  • A Voz Suprema do Blues (Netflix)
  • Mank (Netflix)
  • Minari (A24)
  • Relatos do Mundo (Universal Pictures)
  • Nomadland” (Searchlight Pictures)
  • Uma Noite em Miami (Amazon Studios)
  • Bela Vingança (Focus Features)
  • O Som do Silêncio (Amazon Studios)
  • Os Sete de Chicago (Netflix)

MELHOR ATOR

  • Ben Affleck – O Caminho de Volta
  • Riz Ahmed – O Som do Silêncio 
  • Chadwick Boseman – A Voz Suprema do Blues
  • Tom Hanks – Relatos do Mundo 
  • Anthony Hopkins – Meu Pai 
  • Delroy Lindo – Destacamento Blood 
  • Gary Oldman – Mank 
  • Steven Yeun – Minari 

MELHOR ATRIZ

  • Viola Davis – A Voz Suprema do Blues
  • Andra Day – The United States vs. Billie Holiday 
  • Sidney Flanigan – Nunca Raramente Às Vezes Sempre 
  • Vanessa Kirby – Pieces of a Woman 
  • Frances McDormand – Nomadland
  • Carey Mulligan – Bela Vingança
  • Zendaya – Malcolm & Marie 

MELHOR ATOR COADJUVANTE

  • Chadwick Boseman – Destacamento Blood
  • Sacha Baron Cohen – Os 7 de Chicago 
  • Daniel Kaluuya – Judas and the Black Messiah 
  • Bill Murray – On the Rocks 
  • Leslie Odom, Jr. – Uma Noite em Miami 
  • Paul Raci – O Som do Silêncio 

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

  • Maria Bakalova – Borat: Fita de Cinema Seguinte 
  • Ellen Burstyn – Pieces of a Woman 
  • Glenn Close – Era Uma Vez um Sonho 
  • Olivia Colman – Meu Pai 
  • Amanda Seyfried – Mank 
  • Yuh-Jung Youn – Minari 

MELHOR ATOR/ATRIZ JOVEM

  • Ryder Allen – Palmer 
  • Ibrahima Gueye – Uma Vida à Sua Frente
  • Alan Kim – Minari 
  • Talia Ryder – Nunca Raramente Às Vezes Sempre
  • Caoilinn Springall – O Céu da Meia-Noite
  • Helena Zengel – Relatos do Mundo 

MELHOR ELENCO

  • Destacamento Blood 
  • Judas and the Black Messiah 
  • A Voz Suprema do Blues
  • Minari 
  • Uma Noite em Miami 
  • Os 7 de Chicago 

MELHOR DIREÇÃO

  • Lee Isaac Chung – Minari 
  • Emerald Fennell – Bela Vingança 
  • David Fincher – Mank 
  • Spike Lee – Destacamento Blood 
  • Regina King – Uma Noite em Miami 
  • Aaron Sorkin – Os 7 de Chicago 
  • Chloé Zhao – Nomadland 

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

  • Lee Isaac Chung – Minari 
  • Emerald Fennell – Bela Vingança
  • Jack Fincher – Mank 
  • Eliza Hittman – Nunca Raramente Às Vezes Sempre 
  • Darius Marder & Abraham Marder – O Som do Silêncio 
  • Aaron Sorkin – Os 7 de Chicago 

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

  • Paul Greengrass & Luke Davies – Relatos do Mundo 
  • Christopher Hampton and Florian Zeller – Meu Pai
  • Kemp Powers – Uma Noite em Miami 
  • Jon Raymond & Kelly Reichardt – First Cow 
  • Ruben Santiago-Hudson – A Voz Suprema do Blues
  • Chloé Zhao – Nomadland

MELHOR FOTOGRAFIA

  • Christopher Blauvelt – First Cow 
  • Erik Messerschmidt – Mank 
  • Lachlan Milne – Minari 
  • Joshua James Richards – Nomadland 
  • Newton Thomas Sigel – Destacamento Blood
  • Hoyte Van Hoytema – Tenet 
  • Dariusz Wolski – Relatos do Mundo 

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

  • Cristina Casali, Charlotte Dirickx – The Personal History of David Copperfield 
  • David Crank, Elizabeth Keenan – Relatos do Mundo
  • Nathan Crowley, Kathy Lucas – Tenet 
  • Donald Graham Burt, Jan Pascale – Mank 
  • Kave Quinn, Stella Fox – Emma
  • Mark Ricker, Karen O’Hara & Diana Stoughton – A Voz Suprema do Blues

MELHOR EDIÇÃO

  • Alan Baumgarten – Os 7 de Chicago 
  • Kirk Baxter – Mank 
  • Jennifer Lame – Tenet
  • Yorgos Lamprinos – Meu Pai 
  • Mikkel E. G. Nielsen – O Som do Silêncio 
  • Chloé Zhao – Nomadland 

MELHOR FIGURINO

  • Alexandra Byrne – Emma 
  • Bina Daigeler – Mulan 
  • Suzie Harman & Robert Worley – The Personal History of David Copperfield 
  • Ann Roth – A Voz Suprema do Blues
  • Nancy Steiner – Bela Vingança 
  • Trish Summerville – Mank

MELHOR CABELO E MAQUIAGEM

  • Emma 
  • Era Uma Vez um Sonho
  • A Voz Suprema do Blues
  • Mank 
  • Bela Vingança 
  • The United States vs. Billie Holiday 

MELHORES EFEITOS VISUAIS

  • Greyhound 
  • The Invisible Man 
  • Mank 
  • O Céu da Meia-Noite
  • Mulan 
  • Tenet 
  • Mulher-Maravilah 1984

MELHOR COMÉDIA

  • Borat: Fita de Cinema Seguinte
  • The Forty-Year-Old Version 
  • O Rei de Staten Island 
  • On the Rocks 
  • Palm Springs 
  • The Prom: A Festa de Formatura

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA

  • Another Round
  • Collective 
  • A Maldição da Chorona
  • Uma Vida à Sua Frente
  • Minari 
  • Two of Us 

MELHOR CANÇÃO

  • Everybody Cries – The Outpost
  • Fight for You – Judas and the Black Messiah
  • Husavik (My Home Town) – Festival Eurovision da Canção: A Saga de Sigrit e Lars
  • Io sì (Seen)  – Uma Vida à Sua Frente
  • Speak Now – Uma Noite em Miami 
  • Tigress & Tweed – The United States vs. Billie Holiday 

MELHOR TRILHA SONORA

  • Alexandre Desplat – O Céu da Meia-Noite
  • Ludwig Göransson – Tenet
  • James Newton Howard – Relatos do Mundo 
  • Emile Mosseri – Minari 
  • Trent Reznor & Atticus Ross – Mank 
  • Trent Reznor & Atticus Ross – Soul 

 

- TV

MELHOR SÉRIE DE DRAMA

  • Better Call Saul
  • The Crown
  • The Good Fight
  • Lovecraft Country
  • The Mandalorian
  • Ozark
  • Perry Mason
  • This Is Us

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA

  • Jason Bateman (Ozark)
  • Sterling K. Brown (This Is Us)
  • Jonathan Majors (Lovecraft Country)
  • Josh O’Connor (The Crown)
  • Bob Odenkirk (Better Call Saul)
  • Matthew Rhys (Perry Mason)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA

  • Christine Baranski (The Good Fight)
  • Olivia Colman (The Crown)
  • Emma Corrin (The Crown)
  • Claire Danes (Homeland)
  • Laura Linney (Ozark)
  • Jurnee Smollett (Lovecraft Country)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE DRAMA

  • Jonathan Banks (Better Call Saul)
  • Justin Hartley (This Is Us)
  • John Lithgow (Perry Mason)
  • Tobias Menzies (The Crown)
  • Tom Pelphrey (Ozark)
  • Michael K. Williams (Lovecraft Country)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE DRAMA

  • Gillian Anderson (The Crown)
  • Cynthia Erivo (The Outsider)
  • Julia Garner (Ozark)
  • Janet McTeer (Ozark)
  • Wunmi Mosaku (Lovecraft Country)
  • Rhea Seehorn (Better Call Saul)

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA

  • Better Things
  • The Flight Attendant
  • Mom
  • Pen15
  • Ramy
  • Schitt’s Creek
  • Ted Lasso
  • What We Do in the Shadows

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA

  • Hank Azaria (Brockmire)
  • Matt Berry (What We Do in the Shadows)
  • Nicholas Hoult (The Great)
  • Eugene Levy (Schitt’s Creek)
  • Jason Sudeikis (Ted Lasso)
  • Ramy Youssef (Ramy)

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA

  • Pamela Adlon (Better Things)
  • Christina Applegate (Dead to Me)
  • Kaley Cuoco (The Flight Attendant)
  • Natasia Demetriou (What We Do in the Shadows)
  • Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)
  • Issa Rae (Insecure)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA

  • William Fichtner (Mom)
  • Harvey Guillén (What We Do in the Shadows)
  • Daniel Levy (Schitt’s Creek)
  • Alex Newell (Zoey’s Extraordinary Playlist)
  • Mark Proksch (What We Do in the Shadows)
  • Andrew Rannells (Black Monday)

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA

  • Lecy Goranson (The Conners)
  • Rita Moreno (One Day at a Time)
  • Annie Murphy (Schitt’s Creek)
  • Ashley Park (Emily in Paris)
  • Jaime Pressly (Mom)
  • Hannah Waddingham (Ted Lasso)

MELHOR MINISSÉRIE

  • I May Destroy You
  • Mrs. America
  • Normal People
  • The Plot Against America
  • O Gâmbito da Rainha
  • Small Axe
  • The Undoing
  • Nada Ortodoxa

MELHOR TELEFILME

  • Bad Education
  • Between the World and Me
  • The Clark Sisters: First Ladies of Gospel
  • Hamilton
  • Sylvie’s Love
  • What the Constitution Means to Me

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

  • John Boyega (Small Axe)
  • Hugh Grant (The Undoing)
  • Paul Mescal (Normal People)
  • Chris Rock (Fargo)
  • Mark Ruffalo (I Know This Much is True)
  • Morgan Spector (The Plot Against America)

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

  • Cate Blanchett (Mrs. America)
  • Michaela Coel (I May Destroy You)
  • Daisy Edgar-Jones (Normal People)
  • Shira Haas (Nada Ortodoxa)
  • Anya Taylor-Joy (O Gâmbito da Rainha)
  • Tessa Thompson (Sylvie’s Love)

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

  • Daveed Diggs (The Good Lord Bird)
  • Joshua Caleb Johnson (The Good Lord Bird)
  • Dylan McDermott (Hollywood)
  • Donald Sutherland (The Undoing)
  • Glynn Turman (Fargo)
  • John Turturro (The Plot Against America)

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

  • Uzo Aduba (Mrs. America)
  • Betsy Brandt (Soulmates)
  • Marielle Heller (O Gâmbito da Rainha)
  • Margo Martindale (Mrs. America)
  • Winona Ryder (The Plot Against America)
  • Tracey Ullman (Mrs. America)
Cinema
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

RELACIONADAS EM CINEMA

MAIS LIDAS EM CULTURA