Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

MC Lan é acusado de estuprar cantora; funkeiro responde: 'Nos divertimos'

A vítima teria entrado em contato com o MC para pedir emprego

Redação Integrada, com informações da UOL

Uma cantora e modelo de 28 anos afirma que foi estuprada por MC Lan. Ela registrou boletim de ocorrência nesse domingo (7), que indica, de acordo com o UOL, "estupro de vulnerável". Nas redes sociais, o funkeiro confirma que tiveram relações sexuais, mas que foi consensual.

A vítima afirmou, por meio de sua assessoria, que entrou em contato com Lan para pedir um emprego. "O mesmo dispôs-se a ajudá-la e pediu o endereço dela para que um Uber fosse buscá-la". De acordo a nota, a cantora deixou claro que não pretendia ter relações sexuais com Lan. Ela contou que foi ao banheiro e ao voltar, ingeriu uma bebida e "sentiu-se mal e foi sexualmente abusada por MC Lan", sugerindo que havia sido dopada.

Ainda ontem, o acusado rebateu as acusações, em uma série de vídeos nas redes sociais. "Fiquei perplexo sim, fiquei revoltado com a situação de falarem que foi estupro. Não existiu, de maneira nenhuma, estupro, violência sexual. Quem me conhece sabe que não sou um cara agressivo", diz em um deles. 

O cantor também afirma que recebeu mensagens dela pedindo emprego: "Acabei me sensibilizando com a situação e falei para ela que o que eu pudesse e tivesse ao meu alcance. Um amigo meu pediu um Uber para ela e, em 30 minutos, ela já estava em minha casa”.

“Resolvemos beber um pouco, como não estou acostumado a beber, passo mal quando bebo muito, bebi só um copo. Nos divertimos muito, demos muita risada até que aconteceu, rolou a primeira relação. Ao final da segunda relação, ela pediu para usar o banheiro, só que percebi que ela estava demorando muito no banheiro, ela não estava tomando banho, nem dando descarga. Comecei a achar tudo muito estranho. Meia hora depois ela desce”, completou. 

O funkeiro afirma que após sair do banheiro notou que o comportamento dela estava estranho. "Ela desceu falando sobre o aluguel dela que estava atrasado, falando que estava sem dinheiro, que estava precisando de emprego". Lan disse que ela reclamou que ninguém ajudava, que ela tinha um filho para criar e o ex dela estava desempregado. E que ele resolveu ajudá-la com R$ 300 para pagar parte do aluguel. Segundo o cantor, ela se ofendeu com o dinheiro. 

O MC disse que foi até a portaria do condomínio e pediu ajuda ao segurança para chamar um Uber para ela. "A situação estava insustentável". Já na manhã de ontem, ele afirma que começou a receber mensagens de ameaças no WhatsApp. "Após essas mensagens resolvi ligar para os meus advogados e fazer um boletim de ocorrência online. Antes que a polêmica se espalhasse, resolvi ir até a delegacia dar meu depoimento."

Na nota, a assessoria da cantora diz que ela "possui em seu corpo evidência do estupro" e que as imagens das câmeras de segurança do condomínio onde Lan mora registram o momento que ela foi conduzida para casa no Uber. 

Ela "chega em casa muito agitada pelo efeito da droga colocada em sua bebida. Um vizinho decide levá-la ao médico, pois a mesma estava sentindo muitas dores no peito". O empresário da cantora foi avisado e seguiu para o hospital. Ele comunicou o caso à polícia, que enviou uma viatura para acompanhar a situação.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA