Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Hospital em Belém está pronto para receber o músico Manoel Cordeiro

Músico, que estava fazendo tratamento para a covid-19 no Amapá deve ser transferido hoje para a capital paraense

Bruna Lima

O compositor e instrumentista Manoel Cordeiro aguarda a transferência do Hospital Universitário do Amapá para o Hospital Porto Dias, em Belém. A transferência estava marcada para a segunda-feira (16), mas por questões técnicas a transferência pode ocorrer nesta terça-feira (17). O músico apresenta quadro estável após uma queda na evolução do tratamento contra a covid-19, no sábado.

De acordo com a esposa do artista, Marli Sanches, que está em Macapá, Manoel Cordeiro vinha seguindo o tratamento de forma positiva e evoluindo no tratamento, mas no sábado (14), de forma repentina, a pressão subiu e a saturação alterou, no que resultou em uma caída no tratamento.

"Não sei o que ocorreu, ele vinha reagindo bem, mas de forma repentina deu essa involução no quadro", disse a esposa do músico. Diante disso, mesmo com todo apoio e suporte que ele vem recebendo no hospital em Macapá, a equipe e os familiares acharam melhor optar pela transferência para Belém.

Nayara Guedes, que é médica amiga família, saiu de São Paulo e foi até Macapá para acompanhar melhor o tratamento do artista. "Ela é paraense, mas mora em São Paulo e vai acompanhar ele nesse processo de transferência junto com a irmã dele. Nós estamos esperançosos e com fé que tudo vai ficar bem", disse Marli.

A transferência estava marcada para ocorrer nesta segunda-feira (16), mas da falta de um equipamento necessário na aeronave, só vai acontecer após essa exigência. "A qualquer momento ele pode ser transferido. Lá no Porto Dias já está tudo pronto para a chegada dele", explicou Marli.

O filho de Manoel Cordeiro, o músico Felipe Cordeiro, tem usado as redes sociais para dividir com os fãs sobre o quadro de saúde do pai e vem pedindo orações. "É um momento delicado em que peço que se intensifiquem as orações e as vibrações positivas para a recuperação do papai", disse o músico nas redes.

Dono dos hits "Foi lindo demais", "Cúmbia do maestro", "Luz do mundo" e entre outros, Manoel Cordeiro é autodidata e começou a tocar aos 12 anos de idade. Nos anos 70, resolveu deixar a música um pouco de lado e foi trabalhar em banco. Mas na década de 80 resolveu voltar aos estúdios, onde começou a trabalhar com o irmão.

Manoel foi um dos fundadores da banda Warilou. E junto com o filho dividiu produção e arranjos do álbum "Do tamanho certo para o meu sorriso", de Fafá de Belém, com o qual ela venceu o Prêmio da Música Brasileira em 2016.

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA