Ex-atriz pornô recebe 1 milhão de assinaturas em petição contra produtoras

Mia Khalifa pede que seus filmes pornográficos sejam retirados do ar

Redação Integrada com informações de Cena Pop

Mia Khalifa, ex-atriz de filmes adultos, agradeceu pelo Instagram, nesta segunda-feira, 29, o apoio que vem recebendo no abaixo-assinado criado por um fã que pede que seus filmes pornográficos sejam retirados do ar. A petição bateu 1 milhão de assinaturas.

Nos curta no Facebook para acessar as principais notícias do dia, lives e promoções. Clique aqui.

Ela ressaltou na publicação que a ação é extremamente importante para “proteger outras mulheres” que seguem [ou pensam em seguir] carreira na pornografia.

“‘Os homens que estão lutando contra mim são os mesmos que clicam nos meus vídeos’. Mas que se dane, porque hoje à noite mais de 1 milhão de pessoas assinaram a petição para recuperar meu nome de domínio da B*ngBros e impedir a republicação constante [de seus vídeos antigos]”, escreveu.

“Obrigado a vocês... Sei que isso é uma luta enorme, do tamanho de uma montanha, mas precisamos mudar [o comportamento] para futuras garotas, e essa luta precisa começar em algum lugar”, completou.

Carreira

O motivo do abaixo-assinado é porque Mia já tentou por várias vezes comprar o conteúdo de volta para que seus vídeos não sejam mais exibidos, por um preço “que não causa sua ruína”.

“Mia e sua equipe fizeram inúmeras ofertas para os proprietários do conteúdo, e não obteve respostas. Essas grandes empresas do entretenimento adulto não estão dando chance para Mia retirar esse conteúdo do ar porque têm vantagem financeira”, explica um trecho do documento.

“Queremos que os vídeos de Mia sejam removidos e que ela possa resolver tudo na Justiça sem ficar em ruína financeira. Ela deixou bem claro que se arrependeu do período em que trabalhou com atriz pornô”, diz a petição.

Mia Khalifa entrou na indústria do pornô em 2014 e ficou por apenas três meses. Ela tinha 21 anos na época. Nesse período, fez 11 vídeos e recebeu US$ 12 mil. 

Celebridades
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM CULTURA