Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Artistas do Pará e do Brasil já podem se inscrever na XXXVI edição do Festival da Canção Ouremense

Este ano, o festival vai premiar o primeiro colocado com o valor de R$ 10.000. Os premiados ganharão até o quarto lugar

Bruna Lima

O mais antigo festival de música do estado do Pará, Festival da Canção Ouremense, já está com o edital aberta para a XXXVI edição. As inscrições serão até 18 de junho. O regulamento e ficha de inscrição estão disponibilizados para download no site da Prefeitura de Ourém, no link.

A inscrição é gratuita e está disponível para artistas (músicos, compositores e/ou intérpretes) do Pará e Brasil como um todo. A composição terá tema livre, em língua portuguesa, aceitando citações em outros idiomas.

Os moradores de Ourém poderão realizar as inscrições presencialmente na própria secretaria de cultura do município. Não será permitida a participação de candidatos que tenham parentesco com a Comissão Organizadora e Equipe de Produção que se enquadrem em alguns critérios citados no edital.

As músicas inscritas deverão ser inéditas e originais, entendendo-se por inédita aquela que não tenha sido comercializada em CD ou lançada em qualquer outro formato nas plataformas de mídia digital e com letra e melodia não plagiadas.

Este ano, o festival apresenta algumas novidades e uma delas é com relação aos valores das premiações. O primeiro colocado vai receber o valor de R$ 10.000, o segundo receberá R$ 5.000, o terceiro R$ 3.5000 e o quarto lugar R$ 2.500. Os critérios de avaliação dos candidatos serão diante do melhor arranjo, melhor letra, melhor interprete e aclamação popular.
 
Todas as informações estão no site oficial da prefeitura de Ourém, os interessados podem enviar o material solicitado para participar da primeira etapa do processo da seleção.

Com o término do período de inscrições, a Secretaria de Cultura do município terá um júri específico para selecionar as 24 músicas que vão participar das eliminatórias durante o festival, no mês de julho. E dessas 24 canções, sendo obrigatoriamente, no mínimo, seis músicas de artistas de Ourém.
 
Outra novidade para a edição deste ano é que o encerramento do festival será com a apresentação de um artista nacional, como forma de presentear os artistas e o público local.  
 
Festival foi declarado Patrimônio Imaterial do Estado no ano passado
 

O título de Patrimônio Imaterial do estado representa a coroação e reconhecimento de quase 40 anos de incentivo à cultura, já que durante todo esse período vem atravessando gerações e fortalecendo a cultura do município e do estado. O título foi concedido em novembro do ano passado por meio do projeto da deputada estadual Diana Belo.
 
A Secretária de Juventude Cultura Lazer e Turismo ( SEJUCULT), Ebe Potiguar,  diz que é muito importante o título pois é um sentimento de merecimento e de pertencimento, pois durante quase quatro décadas artistas locais vêm sendo valorizados e com possibilidade de mostrarem sua arte.
 
"O festival é grandioso pela sua história e por acolher artistas da região e também de fora do estado. É muito importante o título para coroar toda essa dedicação que acabou transformando o festival em tradição", destaca Ebe.

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA