Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Artista plástica Tereza Hanemann apresenta exposição 'Histórias de Qualquer Lugar', em Belém

Com mistura de cores, artista busca expressar através da pintura, sentimentos que as palavras não descrevem.

Thainá Dias

A artista plástica Tereza Hanemann apresenta a exposição “Histórias de Qualquer Lugar”, nesta segunda (22), a partir das 19h no Lebistrot, na Feira do Açaí, em Belém. Após lançar o livro “Histórias de Qualquer Um”, ela enxerga na pintura, uma forma de dizer o que não conseguiu expressar através das palavras. As inquietações da artista, que já rodou o Brasil e a Europa, são expostas através das belas telas e cores, que gritam sentimentos comuns a várias pessoas.

Segundo a artista, o tempo pandêmico foi crucial nas novas obras produzidas. “Eu sempre digo que o que eu não consigo dizer em palavras, eu falo através da pintura. Durante a pandemia, eu mergulhei de cabeça no mundo das artes, das minhas produções, era uma forma de esquecer um pouco a solidão e a dor de perder tantas pessoas queridas. Foi um momento que eu criei bastante”, explicou Tereza, que carrega o sentimento de liberdade para essa nova exposição.

Obra de Tereza Hanemann na mostra 'Histórias de Qualquer Lugar' (Reprodução)

Com a curadoria de Flávia Almeida, a exposição trará 20 telas expostas que representam sentimentos e particularidades vivenciadas pela artista. “São muitas telas que trazem um significado para a minha vida. Há uma tela que relata a pandemia. É um homem remando em uma tempestade. Foi bastante significativa essa produção porque mostrou aquele momento em que estávamos vivendo, a vida imitando a arte. Aquele sentimento de solidão, de desespero em meio a uma grande tempestade (que no nosso caso era o vírus) mas que você se percebe sempre remando, ou seja, assim como aquele homem do barco, nós não perdemos a esperança”, destacou a artista.

Tereza diz que durante muito tempo guardou para ela mesma a vontade de falar, de dizer o que sentia. “Por meio das cores, das telas, solto a minha voz. Digo meus medos, meus desejos, sonhos, ou seja, mostro a minha verdade. A arte me salva, através dela, eu consigo ser completamente inteira. Tanto a voz como meu silêncio são vistos na minha arte”, ressaltou.

Agende-se:

Exposição “Histórias de Qualquer Lugar”, de Tereza Hanemann
Abertura: 22/11, às 19h
Local: Lebistroit (Travessa Marquês do Pombal, 44)
Mais informações: (91)99314-1410

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA