Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Artesanato do Pará será exposto no Rio de Janeiro

Cariocas poderão conferir os cheiros do Pará, gastronomia, carimbó, cerâmica e pratos típicos com tema do Círio de Nazaré.

Enize Vidigal O Liberal

O artesanato do Pará com a temática do Círio de Nazaré será exposto no Rio de Janeiro, a partir do próximo sábado, 2, até 30 de outubro, na uma sala do Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB). A exposição gratuita “Círio de Cores e Sabores” reúne objetos decorativos e utilitários típicos da região, confeccionados em cerâmica, fibras vegetais, cuias, tecidos, madeira, miriti e outros materiais. O objetivo é promover e estimular a comercialização do artesanato paraense. A abertura oficial será nesta sexta-feira, 1º, às 17 horas, com transmissão pelo canal oficial do CRABno Youtube.

O artesão de Icoaraci, Jessé dos Santos Mendes, de 54 anos, é um dos 25 artesãos que enviaram peças à mostra. Há 45 anos ele trabalha com cerâmica de design marajoara, como vasos e pratos decorativos. “É ótimo pra mim, é uma forma de divulgação e de reconhecimento, mas não só do meu trabalho, porque a cerâmica é feita por uma equipe, são nove etapas para chegar ao ponto de venda. Quando levo uma peça para exposição estou representando também os artesãos de Icoaraci”, comemora.

Cerâmica (Divulgação)

Já o artesão Jefferson Cruz trabalha há 19 anos com miniaturas confeccionadas em arame, tecido e miriti com temas folclóricos. “Ali estou representando a cultura regional, o cotidiano paraense, destacando o açaí, as comidas típicas, as danças folclóricos e a procissão do Círio”, explica. “Criei várias peças representando o nosso Círio, como o promesseiro da corda, o pagador de promessa de joelhos, a berlinda e os carros de promessas. É importante (a exposição) divulgar a nossa religiosidade, cultura, arte e diversidade e sempre levantar o nome do nosso Pará”.

Na entrada da mostra, haverá a instalação “Mandingas do Veropa” com os Cheiros do Pará feitos com a mistura de ervas amazônicas para atrair bons fluidos. Os visitantes serão recebidos com uma roda de carimbó e a representação da Festa da Chiquita com o grupo carioca Letto e o Baile Norteado, que têm integrantes paraenses.

Barco de miriti (Divulgação)

A gastronomia paraense será representada em uma mesa cenográfica do tradicional almoço do Círio, com pato no tucupi, maniçoba e arroz paraense. A mesa também apresentará os ‘sousplats’ de fibra de tucumã confeccionados pelos indígenas Arapiuns, de Santarém; pratos de cerâmica de Icoaraci; panelas de cerâmica refratária elaborados nas localidades de São Mateus e Vila que Era, de Bragança; porta guardanapo de miriti, de Abaetetuba. Haverá degustação de pratos típicos preparados pelo paraense Claudomiro Maués, o chef Bola.

Os visitantes devem agendar pelo link https://bit.ly/VisiteOCRAB e terão que cumprir protocolos de segurança sanitária, inclusive, apresentar a carteira de vacinação. A mostra ficará aberta de terça-feira a sábado, das 10 às 17 horas. A comercialização das peças será feita diretamente com os artesãos, por meio da plataforma amazoniamarket.com.br e a retirada dos objetos será no CRAB, ao final da mostra.

 

Palavras-chave

Cultura
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM CULTURA

MAIS LIDAS EM CULTURA