Vereador é morto com sete tiros por homens que chegaram atirando

Primeiras suspeitas é de que seria represália de criminosos envolvidos com a venda de drogas

Agência Brasil

O vereador Ciraldo Fernandes da Silva, de 57 anos, foi assassinado na noite de domingo (8) com sete tiros. Ele era parlamentar na Câmara Municipal de Araruama, na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro.

Segundo o Disque Denúncia, serviço não governamental que auxilia autoridades de segurança do Rio na busca por informações e por criminosos, ele estava em um bingo, próximo ao bar da Amendoeira, em Araruama, quando, por volta das 19h25, dois homens armados passaram atirando.

Ainda de acordo com o Disque Denúncia, a Delegacia da Polícia Civil de Araruama (118ª DP) investiga se a morte foi uma represália de criminosos envolvidos com a venda de drogas na cidade, já que Ciraldo, que também era dono de uma loja de material de construção, teria se recusado a pagar propina aos criminosos.

Ciraldo estava em seu quarto mandato como vereador. 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!