Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Rede de supermercados será multada por discriminação após entrega de bandeja de carne vazia

Alimento era entregue somente após o pagamento; mas grupo diz ter tomado 'providências' para suspender a prática

O Liberal

O Procon informou nesta terça-feira (19) que irá multar a rede de supermercados Extra, de São Paulo, por discriminação e método vexatório de cobrança. A medida é resultado da denúncia feita por uma cliente da unidade Jardim Ângela, na Zona Sul da capital paulista, de que o estabelecimento estaria entregando bandejas vazias de carne aos consumidores, como forma de evitar o roubo do produto, que só era entregue depois de pago no caixa. A informações são do G1 São Paulo.

VEJA MAIS

Com alta da carne, osso de de boi é vendido por R$ 4 em Florianópolis Os brasileiros estão optando por substituir a proteína das suas refeições e indo em busca de opções que caibam no bolso

Belém: café, açúcar e manteiga têm os maiores reajustes de preços entre os alimentos da cesta básica Logo atrás vem a carne, que ficou quase 10% mais cara nos nove primeiros meses deste ano, contra uma inflação calculada em 6% para o período

Em nota pública, o grupo Extra admitiu o que chamou de 'falha de procedimento' e disse que "tomou providências para que a prática fosse imediatamente descontinuada". Sobre o fato do incidente ter sido registrado em mais de uma unidade, a empresa disse que adotou medidas internas "para que isso não aconteça mais e para que sigam o procedimento padrão".

O preço assustador da carne na charge do dia

Segundo o diretor do Procon/SP, Fernando Capez, se for comprovado que a prática era adotada por unidades de determinados bairros, a autuação poderá ser feita com base no faturamento global e chegar a R$ 10,9 milhões. "É inaceitável critérios de discriminação, em razão do local ou por qualquer outro critério. Se em outros estabelecimentos, em outros bairros, não existe esse tipo de exigência, não se justifica que a população do Jardim Ângela seja submetida a um vexame", disse o diretor em um vídeo divulgado pelo Procon nesta terça.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL