Presidente Lula cria dia nacional para celebrar religião de matriz africana

O momento foi escolhido para lembrar o massacre de 69 pessoas negras que protestavam de forma pacífica contra o regime de segregação racial na África do Sul, em 1960.

Rayanne Bulhões
fonte

A partir desta sexta-feira (06), foi instituído o Dia Nacional das Tradições das Raízes de Matrizes Africanas e Nações do Candomblé. O texto foi sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O documento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) e assinado pelas ministras da Cultura, Margareth Menezes, e da Igualdade Racial, Anielle Franco.

Pelo material, a data de comemoração será no dia 21 de março. O momento foi escolhido para lembrar o massacre de 69 pessoas negras que protestavam de forma pacífica contra o regime de segregação racial na África do Sul, em 1960. Com informações do site Ecoa UOL.

VEJA MAIS

image Orixás de 2023: conheça as energias de Exú, Oxóssi e Oxum
As energias dos três orixás estarão presentes o ano todos. Veja de que forma elas se alinham ao longo dos 12 meses

image Previsões 2023: saiba como os orixás 'Oxaguian' e 'Oxum' vão influenciar no próximo ano
Em conversa com OLiberal.com, Pai Huandazaká revelou que 2023 não será fácil e, muitas vezes, exigirá das pessoas paciência e "jogo de cintura" para enfrentar adversidades

Sobre a religião

O candomblé é uma religião afro-brasileira, com origens a partir da mistura de tradições de pessoas negras escravizadas. Dois grandes grupos se destacavam: Bandos (formado a partir de pessoas da região do Congo, Angola e Moçambique) e os sudaneses (oriundos da Nigéria e Benin – iorubas, ou nagôs, e os jejes).

A história do Candomblé muito se atrela ao Catolicismo, já que os escravos eram proibidos de continuar com a religião. O candomblé, então, passou a ser encarado de forma pejorativa e preconceituosa, muitas vezes sendo visto como bruxaria e fortemente reprimido pelas autoridades policiais.

Mesmo com todas as opressões, os escravos continuaram a cultuar as divindades. Os anos foram se passando e mesmo com a liberdade de crença garantida por lei, até 1976 os terreiros de Candomblé só faziam celebrações religiosas com autorização do estado. A religião, desde 1890 autorizado pelo Código Penal, sofre perseguição.

image Adolescente de 16 anos é morto a tiros em terreiro de candomblé
O jovem estava dormindo quando foi alvejado

image Cleo denuncia sofrer intolerância religiosa após se revelar adepta do candomblé
"Não existe só uma religião no mundo", rebateu a atriz

O que é o candomblé?

Os rituais do Candomblé são realizados com canto, dança, batidas de tambores, oferendas de vegetais, minerais e objetos. Geralmente, os filhos de santo precisam trajar roupas e guias nas cores dos orixás. Cada um possui um dia, cor, objetos e alimentos específicos, adequados ao ritual. Normalmente o ritual acontece no terreiro. Deve-se destacar que a sucessão desses líderes espirituais é hereditária.

image Exu: saiba mais sobre essa divindade do candomblé e da umbanda
Nas religiões de matriz africana, ele é conhecido por fazer a ponte entre o humano e o divino

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL