Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

'Novo Lázaro' é acusado de matar taxista e de tentativa de feminicídio

Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, é acusado de matar a esposa, a enteada e um fazendeiro há cinco dias.

O Liberal

O suspeito de matar a esposa, que estava grávida, a enteada e um fazendeiro em Goiás, há cinco dias, é acusado de matar a facadas um taxista em São Gotardo (MG), no dia 25 de novembro de 2020. O acusado, Wanderson Mota Protácio, de 21 anos, que está foragido, foi indiciado pelos crimes de latrocínio, extorsão, corrupção de menores e tráfico. Segundo a nota da Polícia Civil, no dia 4 de dezembro, o inquérito foi concluído e enviado à Justiça de MG. As informações são do portal Metrópoles. 

VEJA MAIS

Homem mata esposa grávida e enteada bebê com golpes de faca Após cometer crimes, suspeito também teria matado um fazendeiro e tentado estuprar a mulher dele.

Na madrugada do dia do crime, Wanderson, acompanhado de dois adolescentes e um adulto, chamaram o taxista Maurício Lopes Mariano, de 25 anos, mas desviaram o trajeto no caminho. As investigações da polícia apontam que o grupo tinha a intenção de roubar o carro e deixar o taxista no local, mas decidiram matar Maurício, efetuando 18 golpes de faca. O taxista foi atingido nas costas, na cabeça, no pescoço, na mão esquerda e na lombar. 

Foram usadas imagens de câmeras de segurança de um estabelecimento para identificar quatro pessoas encapuzadas que entraram no táxi de Maurício. O veículo da vítima e o aparelho eletrônico foram localizados com Augusto Antônio da Silva, que foi preso por receptação.

De acordo com as investigações, Wanderson matou o taxista por medo de ser reconhecido pela polícia. A faca usada no crime foi jogada no Rio Misericórdia, em Ibiá. Na época do crime, os policiais militares impediram que o criminoso fosse linchado pelos populares. 

A Justiça já decretou a prisão preventiva de Wanderson, que em 2019, foi preso por tentativa de feminicídio em Goianápolis, a 46 quilômetros de Goiânia. O acusado atacou a irmã da madrasta com golpes de faca, depois que ela se recusou a ir para o quarto com ele. O criminoso só parou com o ataque porque a faca se quebrou em três pedaços. Durante a audiência sobre o caso, ele debochou sobre o episódio. 

 

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL