Motorista de aplicativo puxa estudante para dentro do carro; garota se joga de veículo em movimento

Suspeito é preso e vai responder pelos crimes de estupro de vulnerável e lesão corporal

Redação Integrada com informações do G1 e UOL

Fingindo pedir informação, o motorista de aplicativo Leandro Abreu de Souza, 28 anos, puxou uma estudante de 13, que passava na rua, para dentro do carro, para estuprá-la, em Fortaleza (CE). A adolescente, em atitude desesperada para fugir do estupro, se jogou do carro em movimento. O crime aconteceu na tarde da segunda-feira 2. E o suspeito foi preso no dia seguinte, após sua placa ter sido capturada por câmeras de segurança.

Testemunhas viram quando a jovem se jogou do carro do suspeito em movimento. A menina desmaiou ao se jogar, quando bateu em um carro que estava estacionado. Ela foi socorrida pelos moradores do lugar. A Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca) investiga o caso.

O suspeito do crime foi preso após o veículo que ele conduzia ser identificado pela inteligência artificial do Spia (Sistema Policial Indicativo de Abordagem), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social. Após a identificação, policiais do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente fizeram a abordagem e prenderam Abreu de Souza, que no momento estava conduzindo uma passageira.

"Ela estava indo para escola quando foi colocada dentro do carro do infrator. A situação foi tão desesperadora, que ela se jogou do carro", conta a delegada Yasmin Ximenes, da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca). "Ela é uma menina muito pequena, uma adolescente de 13 anos, mas muito frágil. Fisicamente está muito machucada e emocionalmente muito abalada", observou. A garota já recebeu alta hospitalar.

Inicialmente, o motorista negou o crime, cotando que a adolescente tinha chamado o carro para que a levasse à casa de uma colega, versão que foi derrubada. A adolescente contou à polícia que foi abordada pelo agressor, que pediu informações e, em seguida, a puxou para o carro.

Como é comum nesse caso de violência sexual, a vítima passa por um segundo sofrimento, que é encarar a repercussão dos fatos. A delegada disse que a jovem desmaiou ao saber a proporção das notícias que circularam.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BRASIL