Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mais de 97 mil itens irão a leilão pelos Correios; saiba como comprar

Serão leiloados itens perdidos ou esquecidos, que são aqueles que a instituição já tentou por diversas vezes realizar a entrega, mas não foi procurada nem pelo destinatário nem pelo remetente

Carolina Mota

Os Correios irão leiloar mais de 97 mil itens "perdidos" ou "esquecidos" - bens classificados como "refugo" - que serão vendidos em dez lotes, na próxima terça-feira (12), com envio de propostas para plataforma de Licitações-e, no portal do Banco do Brasil. As informações são do portal Extra.

VEJA MAIS

Aneel realiza leilão para construção de linhas de transmissão de energia no Pará e outros 12 estados
Durante a manhã desta quinta, foram arrematados 5 dos 13 lotes. O leilão continua durante a tarde

Livro da primeira edição de Harry Potter é vendido por R$ 1,4 milhão
O valor bateu um novo recorde no leilão britânico, porém, ficou atrás de um exemplar da saga arrematado por R$ 2,2 milhões nos EUA

Mão de tesoura usada por Johnny Depp é vendida por R$ 420 mil
O item foi arrebatado por quase o dobro do esperado pelos curadores do leilão

Entre os itens, estão peças de vestuário, utensílios de casa, equipamentos eletrônicos e de microinformática, acessórios para veículos, entre outros. Os valores dos lotes serão entre R$ 10.239,53 e R$ 153.510,34.

Todos os itens estão armazenados na unidade logística dos Correios na cidade de Cajamar, Região Metropolitana de São Paulo. Os interessados podem analisar os objetos com antecedência, devendo apenas realizar o agendamento via telefone até segunda-feira (11), através do número (11) 4313-9452, das 8h às 11h30 e das 14h às 16h.

Como participar do leilão 

Quem quiser participar do leilão deverá realizar o cadastro na plataforma Licitações-e, no portal do Banco do Brasil. As propostas começaram a ser recebidas em 22 de junho, sendo o prazo final até terça-feira (12), às 8h. O leilão está marcado para às 14h.

Carolina Mota, estagiária sob supervisão de Keila Ferreira, coordenadora do núcleo de Política

Palavras-chave

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL