Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mãe deixa filha amarrada em semáforo enquanto vende pipoca na rua

A imagem gerou comoção e várias críticas nas redes sociais

Maiza Santos

Uma criança de 5 anos foi fotografada enquanto estava amarrada a uma placa de trânsito, próximo ao local onde a mãe vendia pipoca a motoristas em Brasília. A imagem circulou nas redes sociais e gerou revolta na web. A mãe da menina alegou que fez isso unicamente por não ter onde deixar a criança e que usou a corda para evitar que alguém tentasse levar a filha em caso de descuido. 

VEJA MAIS  

Criança confunde privada de mostruário de loja e faz o 'número dois' sem o pai perceber
A família visitava uma loja de decoração quando a criança sentou no vaso sanitário de exibição e fez o número dois

Polícia resgata suspeito de estuprar criança após ser torturado pelo 'tribunal do crime'
Membros do PCC se preparavam para dar a “sentença” ao homem quando policiais chegaram

Menina de 10 anos atira e mata vizinha que discutia com a mãe
Pessoas que presenciaram tudo contaram que logo após os disparos a garota teria gritado: “Você não deveria ter mexido com a minha mãe”

A mãe vende pipoca para motoristas que param diante de um semáforo da cidade. A mulher carrega um cartaz escrito: “Me ajuda comprando pipoca. Tenho filha e estou passando dificuldades. Aceito doações, comidas e roupas”.

Mesmo com as críticas, a mãe da menina disse que não é um caso de maus-tratos e sim de necessidade. “Viemos de Goiânia para fazer o tratamento do rim da minha filha em Brasília. Somos só eu, meu marido e ela. Não consigo emprego e nem uma creche especial que cuide dela, mas, mesmo assim, ela está na escola. Hoje, no entanto, não teve aula e precisei trazê-la comigo, pois o meu marido está trabalhando”, declara a mãe.

Homem se desespera ao ser agarrado por orangotango em zoológico; vídeo
O animal começou a puxar a vítima pela perna, quase quebrando o membro inferior, e é possível ver o desesperado do rapaz

Suspeito de estuprar crianças escapa de linchamento em Marituba
O homem foi resgatado por equipes do 21º Batalhão da Polícia Militar

A mulher relata ainda que a filha fica amarrada por cautela da própria mãe. “Para que ninguém a roube de mim e para impedi-la de atravessar a rua quando eu me virar. Minha filha é tudo para mim, não me perdoaria se algo acontecesse com ela”, diz.

A mulher ainda diz que não leva a filha sempre, só quando a menina não tem aula. Também destaca que a polícia sabe da situação. “A polícia já veio aqui falar comigo e perguntar o motivo de eu colocá-la assim. Expliquei que era para ela não ser atropelada e para ninguém pegá-la de mim. Dessa forma, consigo vê-la e correr para ajudá-la”, encerra. 

(Estagiária Maiza Santos, sob supervisão da editora Web de OLiberal.com, Ana Carolina Matos)

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL