Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mãe da menina Alice reclama do uso indevido da imagem da filha

Morgana Secco pediu bom senso dos internautas e deixou claro que não autoriza e nem concorda em associar a imagem da filha para contextos políticos, religiosos e cômicos

O Liberal

Morgana Secco, mãe da menina Alice, conhecida nas redes sociais por pronunciar palavras difíceis e ser estrela de uma campanha publicitária ao lado da atriz Fernanda Montenegro, usou as redes sociais para reclamar do uso indevido da imagem da filha em contextos políticos, religiosos e cômicos. 

VEJA MAIS

Sucesso do TikTok, menina Alice canta e dança carimbó; assista A criança de dois anos já acumula 700 mil seguidores nas redes sociais

Em uma série de stories publicados no Instagram, ela apontou que não autorizou os memes e alguns são até engraçados, mas outros são usados em contextos que não lhe agradam. “Faz muitos dias que estou recebendo muitos memes com o rosto da Alice. A maioria deles são inocentes, são até engraçados, mas alguns deles não são. E é sobre eles que queria falar. Queria deixar claro que a gente não deu autorização para nenhum deles e a gente não concorda em associar a imagem da Alice com fins políticos ou religiosos, por exemplo", disse ela. 

Na campanha do Banco Itaú, a bebê aparece em um diálogo com a atriz brasileira falando as palavras "respeito", "esperança", "humanidade" e "amor entre as pessoas". A troca se tornou viral na internet e até mesmo entre os paraenses, que modificaram as palavras por "andiloba", "falinha" e "só glipe", confira:

Ainda no desabafo, a mãe da menina reclamou que muitas instituições e empresas estão usando a imagem da Alice sem contrato comercial e pediu para que todos tenham bom senso.

"Então, eu vim aqui pedir a vocês bom senso na hora de postar e se estiver em alguma dessas situações que mencionei, por favor, não postem. Se verem post com esses tipos de conotação, peçam para excluir. Óbvio que eu não consigo pedir para todo mundo excluir, mas se me ajudarem já dá uma mão", finalizou.

O pedido não foi bem visto pelos internautas e muitos começaram a atacar Morgana falando que ela vendeu a imagem da filha e deveria lidar com as consequências. Após isso, ela tornou a falar sobre o ocorrido e relatou que nunca tentou barrar os memes e apenas pediu bom senso para não relacionarem a imagem da criança para fins políticos e religiosos.

Brasil
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL