Mãe confessa que envenenou, afogou e esfaqueou filhas encontradas mortas em Goiás

Corpos das irmãs de 6 e 10 anos foram encontrados em um colchão, na garagem de casa

Emilly Melo
fonte

A mãe das duas meninas encontradas mortas em um colchão na garagem de casa, em Edéia, sul de Goiás, confessou aos policiais militares que matou as filhas, Maria Alice, de 6, e Lavínia, de 10 anos. Segundo os policiais, a mulher afirmou que envenenou, afogou e esfaqueou as meninas. Com informações do G1. 

VEJA MAIS

image Mãe é presa suspeita de matar as filhas a facadas após surto psicótico
Testemunhas relataram ter escutado gritos e gemidos das crianças na noite do crime

image ‘Mãe amorosa”, diz amiga sobre mulher que matou filha e alerta para saúde mental
A mulher conta que a acusada de matar a filha de três anos fala que o crime poderia ter sido evitado

image Mãe é presa após mentir sobre doença e matar a filha de 7 anos
As acusações contra Kelly Turner incluem abuso infantil, roubo e o assassinato da filha de sete anos. As investigações sobre o caso tiveram início em 2018, depois que Kelly levou outra de suas filhas ao hospital

“No local do crime havia elementos que levavam a crer que ela agiu dessa forma. Havia um frasco de veneno para rato aberto e outro fechado, uma caixa d’água cheia com uma extensão [elétrica] ligada dentro, como se pretendesse eletrocutar”, descreveu o delegado Daniel Moura.

Izadora Alves de Faria, de 30 anos, foi encontrada horas após o crime, na noite da última terça-feira (27). Ela apresentava marcas de tentativa de suicídio e precisou ser internada. Após a prisão em flagrante, Izadora foi encaminhada para um hospital da cidade. 

Ainda de acordo com o delegado, ainda não há informações sobre a motivação do crime e a causa da morte ainda será confirmada pela Polícia Científica. O pai das crianças contou que na noite anterior ao crime, ele e Izadora teriam brigado e ela ameaçou tirar a própria vida e a das filhas

“O pai falou que o relacionamento dos dois estava conturbado e ela precisava fazer tratamento psiquiátrico porque não estava bem”, contou o delegado.

image Jovem usa bilhete para denunciar o pai: 'Ele tentou matar eu e minha mãe'
Mãe e filha relataram momentos de terror que passaram nos últimos dias

image Pai é preso acusado de matar filha de 1 ano; mãe é suspeita de esconder o crime
Bebê morreu na casa da família e apresentava hematomas pelo corpo

Moura afirmou que Izadora segue escoltada por policiais no hospital e não corre risco de morrer. Ela pode responder por duplo homicídio qualificado, com aumento de pena pelo fato de as vítimas serem menores de 14 anos e serem filhas dela, podendo chegar a 100 anos de prisão

(*Emilly Melo, estagiária, sob supervisão de Hamilton Braga, coordenador do Núcleo de Política)

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL