Adolescente que matou 4 em escolas de Aracruz é sentenciado a até 3 anos de internação

Ao todo, 12 pessoas foram feridas e três ainda permanecem internadas em hospitais

Luciana Carvalho
fonte

O adolescente que assassinou quatro pessoas e feriu outras 12 em um ataque em duas escolas em Aracruz, no Espírito Santo, foi sentenciado a cumprir até três anos de internação, limite máximo estabelecido pela lei como medida socioeducativa para adolescentes infratores. As informações são do G1 Espírito Santos.

A sentença foi dada pelo juiz da Vara da Infância e Juventude de Aracruz, Felipe Leitão, nesta quarta-feira (7). O assassino, que confessou os crimes, está internado desde o ataque em uma unidade do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases) de Cariacica, na Grande Vitória.

VEJA MAIS

image Ataque a tiros: Vídeo mostra ação de adolescente em duas escolas
Atentado deixou três mortos e outros onze feridos em Aracruz, no Espírito Santo

image Professoras vítimas de ataque a escolas em Aracruz recebem homenagens durante alta hospitalar
As duas professoras ficaram três dias internadas no Hospital São Camilo

image Ataque a tiros: morre quarta vítima do ataque em escolas do Espírito Santos
A vítima era professora, tinha 38 anos. Cinco pessoas continuam internadas em estado grave em hospitais de Aracruz

O assassino é um atirador de 16 anos, que estudou até junho deste ano em uma das duas escolas atacadas. Ele foi apreendido horas após o crime, que aconteceu no dia 25 de novembro e deixou 4 mortos.

Três pessoas ainda permanecem internadas em hospitais da Grande Vitória. Uma professora de 37 anos, outra educadora de 51 anos e uma estudante de 14 anos que foi baleada na cabeça.

(Luciana Carvalho, estagiária da Redação sob supervisão de Keila Ferreira, Coordenadora do Núcleo de Política).

Brasil
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BRASIL

MAIS LIDAS EM BRASIL