Vacina em Belém: Imunização contra covid-19, gripe e sarampo volta nesta terça-feira (25/10)

A campanha segue durante a semana, em diversos pontos de imunização da capital; veja onde se vacinar

Gabriel Pires

Após serem suspensos durante o último final de semana — devido ao "Dia D" de vacinação contra a poliomielite — e nesta segunda-feira (24) — por conta do ponto facultativo de Recírio —, os atendimentos para vacinação contra covid-19, gripe e sarampo e a multivacinação, em Belém, serão retomados nesta terça-feira (25). A campanha segue durante a semana, em diversos pontos de imunização da capital. 

VEJA MAIS

Vacina contra poliomielite: cobertura aumenta 10% após dia 'D' da campanha contra a doença
Até a sexta-feira (21), o Pará registrava 47% do público-alvo vacinado contra a paralisia infantil e, ao fim do sábado (22), 'Dia D' da vacinação, o percentual subiu para 57% de crianças vacinadas

Dia D contra a Polio movimenta pais e responsáveis em Belém
Capital registra uma cobertura vacinal baixa, segundo o Ministério da Saúde

As Unidades Básicas de Saúde (UBS), os três hospitais militares (Naval, da Aeronáutica e do Exército) e a Universidade da Amazônia (Unama), Centro Universitário Fibra e Unifamaz oferecem os imunizantes em horários diferenciados e de acordo com os públicos elegíveis para cada vacina.

Atualmente, o município dispõe das vacinas Coronavac, Janssen, Pfizer (adulto e pediátrica) e Astrazeneca, conforme informa a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma).

Quem pode se vacinar?

Covid-19 

  • A vacina é destinada para todos aqueles (crianças, jovens, adultos e idosos) que ainda não receberam a primeira ou a segunda dose. Para as crianças, a vacina está disponível a partir dos 3 anos de idade.
  • Já a dose de reforço (terceira ou a quarta dose) deve ser feita com intervalo de quatro meses da dose anterior e estão disponíveis para todas as pessoas, a partir de 18 anos.
  • A quarta dose também é ofertada para todos os imunocomprometidos, a partir de 12 anos de idade, com apresentação de uma cópia do laudo, atestado ou outro documento que comprove alto grau de imunossupressão.
  • Além dos imunocomprometidos, também podem receber as doses de reforço os trabalhadores de saúde, as gestantes e puérperas e trabalhadores da educação do ensino básico e superior (professores, especialistas e funcionários das unidades de ensino).
  • Trabalhadores das Forças Armadas, forças de segurança e salvamento (policiais federais, civis, militares e rodoviários, bombeiros militares e civis e guardas municipais, com 18 anos ou mais) que receberam as três doses há quatro meses ou mais, também estão aptos a receber a quarta dose.

Influenza

Desde o dia 26 de junho, a vacina contra a gripe está disponível para todas as pessoas, a partir dos seis meses de vida. A Sesma ampliou o público para avançar, ainda mais, na cobertura vacinal. Quem faz parte do público-alvo da campanha e ainda não se imunizou também deve se vacinar.

Os grupos são:

  • crianças de seis meses a menores de 5 anos,
  • trabalhadores da saúde e da educação (das redes pública e privada),
  • gestantes,
  • puérperas,
  • pessoas com doenças crônicas não transmissíveis,
  • pessoas com deficiência,
  • indígenas,
  • idosos,
  • caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo,
  • trabalhadores portuários,
  • forças de segurança e salvamento,
  • Forças Armadas,
  • funcionários do sistema penal,
  • população privada de liberdade,
  • adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa.

Sarampo

Contra o sarampo devem ser vacinadas todas as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade e trabalhadores de saúde.

Poliomielite 

Já contra a poliomielite devem ser vacinadas crianças menores de 5 anos de idade (até 4 anos, 11 meses e 29 dias), nas seguintes condições:

  • crianças menores de 1 ano de idade deverão ser vacinadas conforme a situação vacinal encontrada para esquema primário;
  • crianças de 1 a 4 anos deverão ser vacinadas, indiscriminadamente, com a Vacina Oral Poliomielite (VOP), desde que já tenham recebido as três doses de Vacina Inativada Poliomielite (VIP) do esquema básico.

Multivacinação

É destinada a crianças e adolescentes menores de 15 anos de idade (14 anos, 11 meses e 29 dias), não vacinados ou com esquemas vacinais incompletos, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

Quais documentos levar?

Para se vacinar é necessário apresentar:

  • RG,
  • CPF,
  • cartão de vacinação de Belém.

Os imunocomprometidos, pessoas com deficiência e doenças crônicas, precisam apresentar laudo ou receita médica, que comprove a condição.

Já os trabalhadores da saúde e demais trabalhadores que estão aptos a se vacinar precisam apresentar carteira profissional, crachá ou outro documento comprobatório do exercício da atividade.

Onde se vacinar?

  • Unidades Básicas de Saúde (UBS): de segunda-feira a sexta-feira, o atendimento é das 8h às 17h (todas as vacinas disponíveis);
  • Hospital do Exército: terça e quinta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 18h (vacinas disponíveis: covid, Influenza e Sarampo);
  • Hospital de Aeronáutica: terça e quinta-feira, das 8h às 11h e das 14h às 17h (vacinas disponíveis: covid, Influenza e Sarampo);
  • Hospital Naval: terça-feira e quinta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h (vacinas disponíveis: covid, Influenza e Sarampo); e
  • Universidades: Unama, Fibra e Unifamaz, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h (vacinas disponíveis: covid, Influenza e Sarampo).

(Gabriel Pires, estagiário, sob a supervisão do coordenador do Núcleo de Atualidades, João Thiago Dias)

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM