Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Usina da Paz da Cabanagem realiza ação voltada para mulheres

Serviços como emissão de documentos e atendimento médico e psicológico foram ofertados neste sábado

Elisa Vaz

Uma extensa programação voltada para mulheres foi realizada neste sábado (5) na Usina da Paz da Cabanagem, em Belém. Das 8h às 14h, elas puderam comparecer até o local e acessar uma série de serviços, como consultas médicas, testes rápidos, atendimento psicológico, emissão de documentos, orientação de higiene bucal, feira itinerante de artesanatos e outros. A iniciativa, “Ação Mulher Cidadã”, faz alusão ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no próximo dia 8 de março, e foi organizada pelo programa Territórios Pela Paz (TerPaz).

De acordo com a diretora da Usina da Cabanagem, Ivanilda Vieira, os serviços foram pensados especificamente para elas, a partir de demandas da comunidade local. O maior objetivo é levar cidadania a quem, por muito tempo, teve boa parte de seus direitos negados. “Nós havíamos observado que elas chegavam perguntando sobre serviços específicos que não tínhamos, como pensão, divórcio, medida protetiva. Então nos unimos com a Defensoria Pública, Polícia Civil e vários outros órgãos e trouxemos várias atividades. Isso é muito importante porque estamos sempre focando em um grupo vulnerável, e ao mesmo tempo vemos que elas estão querendo, buscando, então vai ser muito importante para que elas possam resolver seus problemas”, avalia.

Também foram disponibilizadas atividades de lazer, como aulas de dança, para que as moradoras do entorno pudessem também se divertir. Outro serviço oferecido foi o atendimento da Equatorial Pará, em que os consumidores poderiam ir até o estande fazer troca de lâmpadas e potes e renegociar dívidas ou pedir troca de titularidade. Pela Polícia Civil, o destaque foi a aula de noções de defesa pessoal.

O delegado geral do órgão, Walter Resende, também ressaltou que foi feita a emissão de documentos para mulheres, rodas de conversas e, durante a semana, garantiu que serão instaurados mil inquéritos policiais de violência doméstica, em uma força tarefa que dará andamento às denúncias que chegam até a PC. “São várias ações integradas que visam atender às mulheres nesta semana. Nós não temos medido esforços para ampliar essa rede integrada de proteção à mulher, visto a preocupação e a sensibilidade deste tema. Cada ação que seja operacionalizada para ampliar esse leque de ações é importante, a fim de garantir que a mulher seja respeitada, que tenha sua dignidade restabelecida e que a violência doméstica seja combatida com toda rigidez que o tema merece”, declara.

Moradoras participam da ação

Dona de casa e estudante, Márcia Ferreira, de 32 anos, mora na redondeza e ficou sabendo da ação por um aplicativo de mensagens. Ela foi até a Usina para uma consulta com um clínico geral, mas acabou descobrindo outras ações e também se consultou com um odontólogo. Para ela, participar de ações como essas é muito importante, porque a espera é menor que em outros atendimentos públicos e o serviço tem qualidade.

“A saúde pública está muito ruim, e a Usina ajuda quem não consegue marcar consulta, fazer exames. Muitas vezes a gente tem que dormir na fila e aqui é bem rápido, consegue encaminhamento para outros exames que, pelo SUS, demora muito. Gostei do atendimento, vou voltar dia 20 para fazer um tratamento dos meus dentes. Só não vou participar de mais coisas na ação das mulheres pelo horário, mas adorei. A mulher muitas vezes esquece de cuidar dela mesma, sempre vêm os filhos na frente e ela esquece de si. É legal ver elas se envolvendo”, comenta Márcia.

Cozinheira, Regina Simões, de 49 anos, também foi até o espaço para serviços de saúde. Levou a filha ao dentista e aproveitou para fazer testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite, e também para tirar um documento de identidade. “Eu moro aqui perto, estou desde o início vendo esse projeto, está sendo muito maravilhoso, digo que a comunidade da Cabanagem tem que apoiar. Costumo vir, faço atividade, minha filha também. A ação da mulher foi muito útil para a população”, avalia a moradora.

Embora os serviços tenham sido ofertados apenas até as 14h, ainda foi realizada uma atividade de encerramento: um show do coletivo “Tem Mulheres na Roda de Samba”, às 18h. Toda a ação foi uma iniciativa da Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), em colaboração com as Secretarias de Estado de Saúde Pública (Sespa), de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), de Desenvolvimento Agropecuária e da Pesca (Sedap), de Cultura (Secult), de Educação (Seduc), de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH), de Comunicação (Secom) e outras entidades parceiras.

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM