Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Semana Santa: programação será intensa nas paróquias de Belém

Oração pelo fim da Guerra na Ucrânia e procissão do Jesus Ressuscitado são alguns dos eventos em Belém

O Liberal

Fiéis terão, a partir deste domingo (10), o retorno da programação presencial da Semana Santa, inclusive, com orações para o fim da Guerra na Ucrânia e eventos até o ponto culminante no dia 17, a Páscoa do Senhor. A Semana Santa aborda a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. Como repassa a Arquidiocese de Belém, toda a programação terá celebrações paroquiais, salvo a Missa dos Santos Óleos, quando, então, todos os sacerdotes celebram, junto com os bispos, a Missa da Unidade. No dia 10, transcorrerá o Domingo de Ramos que relembra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e aclamado pelo povo simples que o aplaudia como "Aquele que vem em nome do Senhor".

No domingo (10), haverá a Bênção e a Procissão dos Ramos, com o começo das orações na Igreja Santo Alexandre às 8h30. Em seguida, sairá uma pequena procissão para a Catedral Metropolitana, onde continuará a celebração presidida pelo arcebispo metropolitano de Belém, dom Alberto Taveira Corrêa. A celebração será transmitida ao vivo pelos meios de Comunicação da Arquidiocese de Belém (TV Nazaré, Rádio Nazaré e redes sociais). As demais paróquias seguem com a celebração presidida pelos padres de acordo com horário próprio.

Na Segunda (11), Terça (12) e Quarta-Feira (13) Santas, os fiéis poderão ainda participar do mutirão de confissões nas paróquias em preparação à Páscoa. Na quarta, será realizada procissão luminosa do Traslado da Imagem do Senhor dos Passos (Jesus carregando a cruz). A saída será da Catedral Metropolitana para a Basílica Santuário de Nazaré, após a Santa Missa das 19 horas.

Na Quinta-Feira Santa (14), será celebrada a Missa do Crisma, às 7 horas, na Catedral Metropolitana, com a Oração das Laudes, a cargo do Cabido de Belém.  Já às 8h, será realizada a Missa do Crisma (Santos Óleos), presidida pelo arcebispo de Belém, e concelebrada pelo bispo auxiliar, dom Antônio de Assis Ribeiro, sacerdotes e diáconos da Arquidiocese de Belém. Nesta celebração ocorre a renovação dos compromissos sacerdotais e bênção dos Santos.

Ceia

A Missa da Ceia do Senhor será realizada na Quinta-feira Santa (14), à noite, com a cerimônia do Lava Pés em todas as paróquias, de acordo com horário próprio. Na Catedral Metropolitana, será às 18 horas, presidida por dom Alberto Taveira Corrêa. Logo depois, será realizado  o Traslado do Santíssimo para a Capela da Reposição (na própria Catedral) para adoração até a meia noite.

Na Sexta-Feira Santa (15), será realizada a Procissão do Encontro. A saída da imagem do Senhor dos Passos se dará às 7 horas da Basílica Santuário de Nazaré e, às 8 horas, a imagem de Nossa Senhora das Dores, da Igreja de São João Batista (Cidade Velha). Ambas seguirão em procissão para o encontro que ocorre na Igreja de Nossa Senhora das Mercês, na rua Gaspar Viana com a Frutuoso Guimarães, Comércio). Na ocasião, o Sermão do Encontro (cuja última edição se deu em 2019) contará como pregador o padre Cleiton Liker, vice-reitor do Seminário São Pio X.

O Sermão das Sete Palavras será às 12 horas de sexta-feira, na Capela de Santo Antônio (Praça Dom Macedo Costa), em sua 143ª edição, com direito a coral e fiéis presentes, o que não ocorrria desde 2019. O pregador será o padre Glaudemir Simplício de Lima, prefeito de estudos dos seminários arquidiocesanos.

A Litúrgica da Paixão do Senhor ocorrerá às 17 horas, na Catedral, presidida pelo arcebispo de Belém. Nas paróquias será feita pelos padres e vigários de acordo com programação própria. Na oração universal da Liturgia da Paixão do Senhor, o papa Francisco convida a Igreja no mundo a invocar o Senhor “pelos governantes para que ilumine as suas mentes e corações para buscar o bem comum em verdadeira liberdade e paz", referindo-se à Guerra na Ucrânia. Logo depois, será proferido o Sermão do Descendimento da Cruz, também na Catedral, tendo como pregador o padre André Teles, co-pároco na Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus no bairro do Jurunas. Em seguida, será realizada a procissão do Senhor Morto, acompanhado da Imagem de Nossa Senhora das Dores, até a Igreja de São João (São Joãozinho).

No Sábado Santo (16), acontecerá a Vigília Pascal na Noite Santa, nas paróquias. Na Catedral de Belém, será às 20 horas, sendo presidida pelo arcebispo metropolitano. A novidade deste ano será a procissão do Jesus Ressuscitado após a vigília, no entorno da Praça Frei Caetano Brandão, como  repassa a Arquidiocese.

O Domingo de Páscoa (17) contará com a Missa de Páscoa em todas as paróquias da Arquidiocese de Belém com programação própria. A Páscoa é o dia santo mais importante da religião cristã.

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM