Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

São João: banho de cheiro ocorre nesta quinta-feira, no Ver-o-Peso, em Belém

Erveiras se preparam para receber o público. A procura pelas misturas já vem movimento a feira desde o começo da semana

Camila Guimarães

O dia de São João é só na próxima sexta-feira (24), mas desde a quinta (23), as erveiras do Ver-o-Peso estarão prontas para receber o público interessado em participar do tradicional Banho de São João. O costume, repleto de ancestralidade, superstição e saberes tradicionais, promete uma série de benefícios proporcionados pela combinação de diferentes ervas que as feirantes manuseiam para o preparo do banho.

Ícone do mercado de ervas do Ver-o-Peso, a vendedora Beth Cheirosinha conta que a procura pelo Banho de São João vem movimentando o mercado ao longo de toda a semana: “Toda hora eu estou vendendo, apesar de que é só quinta-feira, a véspera. Está saindo muito banho. Eu estou muito contente que, graças a Deus, os paraenses não perderam a tradição”, comemora.

Especialista no manuseio das plantas aromáticas e medicinais, Beth garante que cada uma das ervas que compõem o seu banho traz uma série de benefícios para aqueles que têm fé. Além disso, ela afirma que, apesar de a feira comportar cerca de 80 barracas de ervas, cada vendedora tem seu jeito especial de preparar as misturas.

“Cada uma de nós tem um modo diferente de misturar os ingredientes. Por exemplo, esse atrativo do amor, eu coloco todas as ervas e digo que é para usar igual um perfume para atrair o homem ou a mulher. Vai do querer de cada um. O que vale é a intenção e a fé de cada um nas ervas que Deus deixou para a gente se cuidar”, conta Beth.

Ela detalha que, em uma garrafada de Banho de São João, que está custando atualmente R$ 20, são combinadas pelo menos 20 tipos diferentes de plantas e também explica como combinar o banho com outras essências: “Aqui tem ‘chama’, tem ‘dinheiro em penca’, tem manjericão, ‘vinde cá’, ‘pataqueira’, ‘acha quem queira’, ‘chega-te a mim’… Após esse banho, se quiser usar o atrativo do amor, é ideal para quem vai para festa, para atrair o amor. Pode usar o ‘carrapatinho’, ‘agarradinho’, ‘chega-te a mim’, ‘chora nos meus pés’, ‘pega e não te larga’, ‘faz querer quem não te quer’, ‘vai buscar quem está longe’ e ‘queira, não queira, vai querer’”.

O banho de São João tradicional do Ver-o-Peso, feito por erveiras como Beth Cheirosinha, já estão disponíveis nesta quinta (23) (Ivan Duarte / O Liberal)

Erveiras chegam cedo para receber o público

A erveira Maria Oliveira, vendedora há 43 anos no Ver-o-Peso, conta que as plantas chegam à feira vindas diretamente de vários municípios do interior do estado, como Abaetetuba, Barcarena, Boa Vista, Jenipaúba e Mosqueiro. “Geralmente os vendedores chegam umas três horas da manhã. Amanhã vou estar aqui três horas para pegar as melhores ervas”, garante.

Maria conta que, apesar do período mais crítico da pandemia, que afetou o volume de pessoas em procura do banho no Ver-o-Peso no dia de São João, em anos anteriores, a venda das misturas sempre se manteve em alta: “Muita gente procura, não só no São João, mas também no fim de ano, começo de ano. Graças a Deus, eu sempre vendi muito bem, mesmo na pandemia”.

Ela também garante que muitos clientes já passaram por sua barraca, nos últimos anos, agradecendo pelo resultado certeiro da combinação de plantas: “Muita gente vem me agradecer por causa do banho que eu dou. É uma bênção, parece que o astral levanta. Muita gente passou no vestibular, casou, e veio agradecer”.

As turistas Ani Oliveira e Eni Wehr vieram do município de Condor, no Rio Grande do Sul, para passear em Belém e estavam surpresas com a beleza e variedade de plantas e outras mercadorias na feira do Ver-o-Peso. Apesar de não conhecerem a tradição de São João previamente, as duas estavam curiosas para entender a tradição das ervas:

"Estou achando muito maravilhoso. Eu acho que, quando a gente vai procurando uma erva, você já vai acreditando naquilo. Você compra já acreditando que vai atrair o dinheiro, o amor, eu acho muito interessante”, avalia Eni.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM