Saiba como cuidar do corpo para entrar bem disposto em 2023

Exercícios leves ou mais puxados. para jovens e idosos, exigem atenção, disciplina e monitoramento profissional para gerar resultados positivos

Eduardo Rocha

Ano Novo, corpo cuidado. Cuidar do corpo é fundamental para se ter saúde, bem-estar e disposição para as atividades ao longo do dia, para iniciar um novo ano. Então, vale muito a  pena praticar exercícios físicos e cuidar da alimentação. E isso em qualquer idade, como é o caso de pessoas com mais de 60 anos que não abrem mão de exercícios, e até alguns mais puxados. Entretanto, é  básico ter atenção para que tudo funcione de forma equilibrada de eficaz, sem excessos e sem riscos para a saúde.

O empresário Aldemir Leal, 61 anos, mora no bairro da Pedreira. Ele não deixa de estar logo cedo, às 6h,  em uma academia, para fazer o que gosta: praticar o Crossfit, um conjunto de exercícios de muita intensidade. “Eu faço uma hora diária de exercício, desde 2019. No caso, o Crossfit”. Aldemir conta que a motivação vem do fato de que  “é o tipo de exercício que mais me agradou”.

Ele revela que se mantém atento à saúde e faz check-up todos os anos. Aldemir conta que consegue conciliar essa prática com as atividades profissionais, desenvolvidas ao longo do dia. “Essa prática  contribui muito com a minha saúde e já virou uma rotina”, arremata.

Outro caso de quem tem mais de 60 anos e mantém a atitude de cuidar do corpo e, por consequência com a mente também, é o de Augusto Cesar Delgado, mais conhecido como Guto Delgado. Aos 61 anos de idade, esse relações públicas, protocolista e mestre de cerimônia autônomo, casado com Mirélle Rabelo, é pai de quatro filhos e tem 6 netos. Ele é presidente do Fórum dos Mestres de Cerimônias do Brasil (MC Brasi).

“Desde os meus 17 anos de idade, eu sempre pratiquei exercícios físicos, porque comecei no esporte muito cedo, aos 10 anos de idade, andando de skate, surf e patins, e os outros esportes foram agregando na minha vida, e  motivo é  a paixão pelo esporte”, destaca Guto. Ele conta que hoje pratica musculação, misturando também com treino funcional e corrida. Esporadicamente, nos finais de semana, pratica surf, skate e patinação, após ter feito paraquedismo, entre os 30 e 45 anos. 

Na musculação, Guto toma cuidado para não ir além do limite da própria capacidade dele e força, e para isso conjuga exercícios físicos, alimentação saudável e disciplina.  Em três dias da semana, ele faz de 4  a 6 quilômetros, ganhando preparo físico para outros esportes e na musculação. “Um detalhe: o álcool e o cigarro não combinam com o estado físico saudável”, ressalta.  

image Guto Delgado: qualidade de vida a partir de exercícios diários (Foto: Reprodução)

Guto tira de uma a duas horas por dia para o físico, o corpo. “Você pode ter ganhos intelectuais, espirituais, fazer cursos, capacitar, qualificar e outras ações, mas você tem que tirar pelo menos uma ou duas horas por dia para o seu corpo, a fim de ganhar preparo físico que lhe mantenha saudável; isso é prioridade”, observa. Guto destaca ser imprescindível a pessoa fazer exames rotineiros de saúde. 

Preparo

Para Adriana Roberta de Paula, 41 anos, profissional de Educação Física e especialista em Gerontologia pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Albert Einstein  e coordenadora do Programa Multi Funcional para Parkinson do Grupo Cynthia Charone, “cada ano que passa o envelhecimento está sendo ressignificado com a evolução da longevidade; o exercício físico bem prescrito  direcionado, vem demonstrando cientificamente que está cada vez mais tendo um papel de suma importância em um envelhecimento saudável o qual previne ou maneja as principais doenças crônicas ( diabetes, hipertensão, obesidade , cardiopatias, dentre outras)”. 

Adriana pontua que, nesse processo evolutivo, “a idade não será um empecilho para se praticar exercícios vigorosos, pelo contrário, as pessoas idosas estarão cada vez mais preparadas para atividades que exijam muito de seus corpos e cognição; porém, precisamos ter alguns cuidados importantes para trabalhar com essa faixa etária”. 

image Aldemir: exercícios tornam a vida mais prazeirosa (Foto: Thiago Gomes / O Liberal)

 

Confira, de acordo com a especialista, alguns cuidados: 

- Ter o laudo de um cardiologista liberando para atividade física de média a alta intensidade.

- Ser acompanhado por um profissional de Educação Física especializado em atendimento de pessoas idosas/ acompanhamento médico e nutricional.

- Ter um suporte alimentar adequado para as necessidades diárias da pessoa idosa.

- Evitar quedas (por isso, a atividade deve ser supervisionada ) e lesões articulares -  fraturas, lesões musculares e esqueléticas, tendinites e até condições mais graves, como problemas cardíacos, pressão arterial.

- Treinar com roupas confortáveis e calçados adequados e em horários adequados aos idosos.

- Ter uma boa hidratação.

- Não esquecer de tomar as medicações no horário correto.

- Ter uma rotina de sono suficiente para ele ser reparador.

Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM