Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Projeto itinerante realizará ações de esporte, saúde e cidadania em seis cidades do Pará

Haverá distribuição de materiais esportivos e cartilhas que fomentam discussões como os benefícios do exercício físico, os cuidados com a saúde em tempo de pandemia e a identificação da violência doméstica durante o período de isolamento social

A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), em parceria com Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Gestão (IBDG), iniciará o projeto itinerante de esporte, cidadania e saúde, que tem o objetivo de distribuir materiais esportivos e cartilhas socioeducativas em seis municípios do Pará. A primeira cidade a receber a ação será a capital paraense, neste domingo, 11, na Praça da República, a partir das 9h. Ainda em abril, as atividades vão ocorrer em Castanhal e Santa Maria do Pará, em maio, em São Miguel do Guamá, e, junho, em Vigia e Capanema.

Um dos intuitos da iniciativa é conscientizar e orientar jovens e adultos sobre a importância da prática esportiva e da qualidade de vida, principalmente neste momento de pandemia, além de fomentar a cidadania através de discussões de temas importantes na sociedade.

Serão distribuídas seis cartilhas de diversos temas como: atividades físicas, educação e prevenção de DST’s, sexualidade na adolescência, trabalho infantil, prevenção contra a covid-19 e como identificar e denunciar a violência doméstica. Além disso, haverá, também, ação de orientação sexual ofertando preservativos para adolescentes em praças e escolas públicas. 

De acordo com João Mendes, coordenador do projeto, a pandemia de covid-19 trouxe um grande impacto negativo à saúde física e mental em todo o mundo. O isolamento social foi uma recomendação que fez reduzir vertiginosamente a prática de exercícios e, hoje, existem diversos estudos relatando aumento de depressão e do transtorno de ansiedade. 

“Praticar exercícios regularmente libera endorfina e dopamina, oxigena o cérebro e estimula a neurogênese, auxiliando na redução do risco de episódios depressivos e até suicídios, casos recorrentes em períodos de pandemia. Por isso, o material entregue à população é didático e terá uso relevante para quem desejar iniciar as atividades físicas em casa”, destaca Patrick.

Outro fator importante do trabalho educativo das cartilhas é em relação à identificação de casos de violência em casa, já que, em meio a pandemia, que colocou as famílias em isolamento social, esse índice aumentou em cerca de 40%, afetando, principalmente, mulheres em vulnerabilidade.

“Buscaremos mais que orientar, iremos cuidar da população das cidades.  É preciso proteger duplamente os membros da nossa sociedade em especial as crianças, adolescentes e mulheres”, finaliza o coordenador. 

Serviço: Projeto itinerante de esporte, cidadania e saúde

Quando:11 de abril – Belém// 16 de abril – Castanhal// 23 de abril – Santa Maria do Pará// 07 de maio – São Miguel do Guamá// 21 de junho – Vigia// 03 de junho – Capanema.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM