Incêndio atinge loja de instrumentos musicais no centro de Belém; bombeiros estão no local

A Guarda Municipal de Belém (GMB) foi a primeira equipe a chegar no local e informou à reportagem que, o acidente teria acontecido por volta de 9h, na sala de um escritório que fica no segundo pavimento

Saul Anjos

Um incêndio foi registrado na manhã deste domingo (2) em uma loja de instrumentos musicais, de quatro andares, que fica na avenida Generalíssimo Dedoro, com as ruas Antônio Barreto e Domingos Marreiro, no bairro do Umarizal, em Belém. A Guarda Municipal de Belém (GMB) foi a primeira equipe a chegar no local e informou à reportagem que, o acidente teria acontecido por volta de 9h, na sala de um escritório que fica no segundo pavimento. Não tinha ninguém dentro do prédio.

De acordo com o subtenente Resque, do 1º Grupamento do Bombeiro Militar (1º GBM), as equipes conseguiram entrar no local a partir das 9h40. “A guarnição só conseguiu entrar agora, porque todas as portas estavam trancadas e tivemos que arrombá-las. Abrimos as janelas para circular a fumaça. Ainda não sabemos o que causou esse acidente”, contou. 

Uma viatura do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), que suporta 5 mil litros foi utilizado no trabalho. Às 10h, os pedestres se assustaram com o barulho do fogo destruindo a vidraça do lado prédio que fica na Antônio Barreto. Outra viatura dos bombeiros precisou chegar ao local pela intensidade das chamas. A segunda equipe do CBM chegou às 10h04 para ajudar a controlar as chamas. Depois de seis minutos, mais um veículo de grande porte dos bombeiros surgiu para ajudar no incêndio.

Colisão

Enquanto a Guarda Municipal de Belém (GMB) organizava o trânsito da área próxima ao incêndio, um veículo Hyundai Creta, da cor branca, foi atingido por um Chevrolet Onix preto. Os motoristas entraram em um consenso e conversaram sobre os danos causados na colisão. Ninguém se feriu no acidente.

Pelo menos 30 pessoas trabalhavam no escritório que pegou fogo

Um técnico de informática, que preferiu não se identificar, e trabalha no local, conversou com a reportagem. Ele disse que pelo menos 30 pessoas trabalhavam no andar consumido pelas chamas. “Tinha 30 computadores nesse escritório. É uma sala grande. Não sei nem o que pode ter acontecido”, contou o homem.

Fogo não atingiu os dois andares superiores

A tenente dos bombeiros Lorena Santos contou que as equipes conseguiram conter as chamas que não passaram para os outros dois pavimentos acima, mas que tiveram percalços. “Fomos informados pela de um princípio de incêndio e, quando verificamos, precisamos fazer a abertura do imóvel que foi onde acabou dificultando esse processo de entrada. Tinha vários portões com cadeados. Isso atrasou nosso acesso onde estava o foco do incêndio.  Isso teve um tempo muito precioso, que no incêndio, não podemos perder. Acabou permitindo que se propagasse mais ainda (fogo). Conseguimos conter o fogo onde ele iniciou, no segundo andar. A causa do incêndio só será infor”, pontuou a tenente.

Segundo ela, apenas a perícia poderá informar a causa do acidente. 

 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM