Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Primeiro dia de desvio na BR-316, em Marituba, começa tranquilo e com elogios

Desvio provisório foi reativado, nesta terça-feira (10), para continuidade de obras do BRT Metropolitano

Victor Furtado

O desvio provisório do quilômetro 10 da rodovia BR-316, no sentido Marituba - Belém, já foi reativado nesta terça (10). Havia expectativa de problemas, já que a via sempre apresenta congestionamentos pelo manhã. Mas tudo correu relativamente bem, no primeiro dia. O número de faixas de rolamento da pista não foi alterado. E ciclistas e pedestres ganharam um curto espaço segregado e seguro na pista, com uma calçada compartilhada. A medida dá continuidade  às obras do BRT Metropolitano.

O Núcleo de Gerenciamento do Transporte Metropolitano (NGTM) informou que essa medida é para a construção dos dois túneis de acesso ao Terminal de Integração de Marituba, que está sendo construído nesse perímetro da rodovia. Já havia ocorrido um desvio de pista em setembro antes, encerrado no dia 17. Só que era no outro sentido da via, no Ananindeua - Marituba. Há farta sinalização explicando tudo e nem motoristas e nem ciclistas sentiram qualquer dificuldade neste primeiro dia.

Engenheiros, sem falar oficialmente pelo NGTM e empresas do consórcio construtor, explicaram que a calçada compartilhada e o desvio serão encerrados futuramente. As medidas são temporárias, apenas enquanto a nova etapa das obras seguir. A calçada, no formato atual de compartilhamento, permanecerá até que seja feita a calçada final, padrão, com todos os espaços bem divididos.

Mesmo que temporário, ciclistas viram o novo espaço com alegria e certa desconfiança. Naquele trecho, não havia qualquer divisão de pista e quem passava de bicicleta precisava seguir espremido no meio-fio. "É uma novidade boa, porque não tínhamos essa proteção toda. Ainda assim, quem é acostumado com a BR, sabe que não é uma pista segura para ciclistas e fica preocupado mesmo estando em espaço separado", comentou Charles Torres, operário da construção civil.

Elson Lima é motorista de aplicativos e disse que esperava confusão com o desvio, mas que deu tudo certo e até viu agentes do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA). "Acho que não foi mais complicado porque botaram bastante sinalização e não alterou o número de pistas. Separar os ciclistas e os pedestres foi a melhor coisa. Tinha que ser assim sempre. Só que aí ficou um pequeno pedaço sem acostamento", comentou.

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM