Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Prefeitura confirma 47 casos de covid-19 nas escolas de Belém

Destes, 30 ocorreram em escolas da rede privada de ensino e 17, da pública. Ainda há 18 casos suspeitos aguardando a liberação do resultado

João Paulo Jussara

A prefeitura de Belém, por meio das secretarias municipais de Saúde (Sesma) e de Educação (Semec), divulgou o balanço do monitoramento de casos de covid-19 nas escolas da rede municipal após o retorno das aulas presenciais. Foram confirmados pelo menos 47 casos da doença nas escolas da capital, sendo 30 na rede privada e 17 na rede pública. Ao longo de 73 dias, o o Projeto Guardiões, que realiza monitoramento nas escolas municipais, emitiu 1.049 alertas de casos suspeitos em 58 escolas. Destes, 111 fizeram o teste de RT-QPCR.

De acordo com os dados da Sesma, dos 17 casos confirmados na rede pública municipal, 14 são de trabalhadores da educação e três são estudantes. Os casos confirmados estão em acompanhamento e evoluíram sem a necessidade de internação. Todos foram contatados pela equipe da secretaria, que fez a investigação epidemiológica e orientou quanto ao isolamento e acompanhamento por 14 dias. Ainda há 18 casos suspeitos que estão aguardando a liberação do resultado.

No mesmo período do monitoramento, foram registrados surtos em escolas da rede privada de ensino da capital, que não integram o Projeto Guardiões. Foram confirmados 30 casos no total, sendo 12 em turmas do primeiro ano, três na do segundo ano e dois no ensino fundamental – um dos quais infectado com a variante Delta –, além de 13 casos confirmados de crianças em um colégio bilíngue onde houve um surto de covid-19. "A Sesma reforça que todos esses casos confirmados foram acompanhados pela equipe epidemiológica e evoluíram sem a necessidade de internação", disse a secretaria.

Procurado, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) informou que vem acompanhando os casos de covid-19 nas escolas do Estado e que tomou conhecimento de 13 casos confirmados. Destes, nove foram na Fundação Escola Bosque (Funbosque), em Outeiro, dois na  Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental (EMEIF) Donatila Lopes, em Mosqueiro, e dois na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Alfredo Chaves, em Icoaraci.

Projeto Guardiões

O Projeto Guardiões utiliza um aplicativo para acompanhar em tempo real o comportamento da pandemia nas unidades de ensino. Em funcionamento há 73 dias em 217 unidades de ensino, o projeto conta com 237 guardiões, os quais são trabalhadores da educação treinados e que seguem vigilantes aos casos suspeitos de covid-19 nas unidades de ensino.

O projeto também realiza ações de educação em saúde, por meio de visitas nas unidades com maior número de alertas ou casos confirmados, para oferecer esclarecimentos e orientações aos trabalhadores da educação, estudantes e seus responsáveis em relação às medidas protetivas à covid-19.

Vacinação

De um total de 141.641 crianças e adolescentes a partir de 12 anos (nascidos de 2004 a 2009), foram vacinados em Belém, até o momento, 92.442 com a primeira dose, correspondendo a 65,3%. Deste total que tomou a primeira dose, 77.902 (84,3%) receberam a segunda dose.

No entanto, considerando o total de crianças e adolescentes que podem ser vacinados (141.641), apenas 55% (77.902) foram vacinados com as duas doses. Essa é uma das razões da proposta da Sesma de vacinar nas escolas. Quanto à vacinação das crianças abaixo de 12 anos, a ideia da prefeitura é vacinar nas escolas, assim que a imunização deste grupo for liberada pelo Ministério da Saúde.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM