Paraense trans posta foto com linha do tempo da transição e ganha apoio na internet

Redação Integrada

Uma mulher paraense trans compartilhou, em suas redes sociais, fotos para mostrar como foi sua transição ao longo dos anos. A primeira foto, ainda de criança, mostra ela como um garoto. Em seguida, outras fotos mostram a linha do tempo.

"Por meio dessas fotos que venho guardando a anos quero mostrar o quão difícil foi a minha transição e como estou feliz por ter me tornado essa mulher maravilhosa após muitas batalhas", disse Isabella Santorinne.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

TRANSIÇÃO DE GÊNERO DE UMA MULHER TRANS/2020. Olá, sou Isabella Santorinne, mulher transexual de Belém do Pará. Por meio dessas fotos que venho guardando a ANOS quero mostrar o quão difícil foi a minha transição e como estou feliz por ter me tornado essa mulher maravilhosa após muitas batalhas. Nós trans/travestis melhor que ninguém sabemos o que passamos quando começamos a TRANSICIONAR, perdemos “amigos”, na maioria das vezes nossos “familiares” nos abandonam, somos humilhades nos espaços que frequentávamos, nos sentimos o “patinho feio” da escola, empregabilidade então, nem se fala, enfim... tudo de negativo acontece, no entanto, algo mais positivo que acontece quando transacionamos é que paramos de nos “fantasiar” (eu falo fantasiar porque EU era socialmente forçada a viver como menino, algo que eu não eu era), e passamos a viver e nos vestir da forma que nos sentimos bem. A minha adequação de gênero me trouxe a reflexão do quão é importante eu assumir minha própria vida e deixar de lado o que meus familiares iriam pensar, eu precisava me amar primeiro e pensar nos outros em segundo plano. E foi o que eu fiz. Me amei e deixei o meu eu aflorar e sair do casulo. Hoje eu sou UMA MULHER FELIZ E REALIZADA. Sei que nem toda pessoa trans tem a mesma força em jogar tudo para o alto e se “assumir”, não é fácil! Mas pense em você! Na sua saúde mental, no seu bem-estar, na sua felicidade. E sobre aparência física, ninguém que começa esse processo já fica “belíssima ou belíssimo” de cara! Tudo é um processo, tudo é uma construção. CONSTRUA-SE da maneira que se sentir melhor. TU ÉS LINDE SIM! NÃO DEIXE NINGUÉM DIZER AO CONTRÁRIO.

Uma publicação compartilhada por Isabella Santorinne Oficial® (@santorinneoficial) em

 

"Nós trans/travestis melhor que ninguém sabemos o que passamos quando começamos a transicionar, perdemos “amigos”, na maioria das vezes nossos “familiares” nos abandonam, somos humilhades nos espaços que frequentávamos, nos sentimos o “patinho feio” da escola, empregabilidade então, nem se fala, enfim... tudo de negativo acontece, no entanto, algo mais positivo que acontece quando transacionamos é que paramos de nos “fantasiar” (eu falo fantasiar porque eu era socialmente forçada a viver como menino, algo que eu não eu era), e passamos a viver e nos vestir da forma que nos sentimos bem", desabafou.

Nos comentários, os amigos dessa vez apoiaram. "Maravilhosa e necessária", disse uma seguidora. "Parabéns por tudo, você é o máximo!", disse outro seguidor.

"E difícil mas no momento que nos enchergamos no espelho e nos vemos de fato como realmente somos, vale todo o esforço que passamos", disse outra mulher trans.

Isabella Santorinne finalizou fazendo outroa reflexão. "Eu precisava me amar primeiro e pensar nos outros em segundo plano. E foi o que eu fiz. Me amei e deixei o meu eu aflorar e sair do casulo. Hoje eu sou uma mulher feliz e realizada. Sei que nem toda pessoa trans tem a mesma força em jogar tudo para o alto e se “assumir”, não é fácil! Mas pense em você! Na sua saúde mental, no seu bem-estar, na sua felicidade. E sobre aparência física, ninguém que começa esse processo já fica “belíssima ou belíssimo” de cara! Tudo é um processo, tudo é uma construção. Construa-se da maneira que se sentir melhor", finalizou.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM