Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Para proteger animais, prefeitura pede que população não alimente macacos do Bosque Rodrigues Alves

Atualmente, entre 60 e 70 macacos-de-cheiro que reside no Bosque Rodrigues Alves

Byanka Arruda

Para resguardar a saúde dos animais, a Prefeitura de Belém, por meio das redes sociais, fez um novo apelo para que a população não alimente os macacos-de-cheiro que vivem no Bosque Rodrigues Alves, na avenida Almirante Barroso.

Os animais possuem uma alimentação adequada e específica, preparada dentro do bosque, e alguns alimentos dados por pessoas de ambiente externo ao jardim botânico podem colocar a saúde dos bichos em risco, conforme lembrou a prefeitura. Com alimentação imprópria, os animais podem desenvolver cárie, hipertensão, diabetes e outras doenças de cunho endocrinológico.

A prefeitura adverte ainda para outros perigos que podem resultar da ação de alimentar os macaquinhos. "Além da alimentação indevida, que colabora para o desenvolvimento de doenças metabólicas, os animais podem ser furtados ou atropelados ao saírem do bosque", concluiu a recomendação.

Atualmente, entre 60 e 70 macacos-de-cheiro que reside no Bosque Rodrigues Alves.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM