Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Nova ciclovia da avenida João Paulo II vira ‘corredor ’ para motociclistas em Belém; vídeo

Um vídeo gravado por um ciclista mostra a falta de respeito com quem usa a bicicleta como meio de transporte

Fabyo Cruz

Inaugurada recentemente, onde havia antes a continuação da pista para veículos automotores, a ciclovia da avenida João Paulo II, no trecho entre a avenida Dr. Freitas e a rua Mariano, continua sendo um corredor de motos, pondo em risco os novos frequentadores, os ciclistas. Um vídeo gravado por uma ciclista e compartilhado em um grupo no WhatsApp, da União dos Coordenadores de Ciclistas do Pará, mostra a falta de respeito com quem usa a bicicleta como meio de transporte. 

VEJA MAIS

Carro capota na Avenida João Paulo II, em Belém
A via ficou parcialmente interditada devido ao acidente

Caminhão de entulho tomba na avenida João Paulo II
Grande parte da carga virou para o canteiro central no trecho expandido da avenida


“Hoje passamos por esta parte da ciclovia da João Paulo e pela antiga. Tinha moto trafegando  e, na antiga, tinha moto e pessoas caminhando”, escreveu a ciclista no grupo. Ele também contou ter visto um outro ciclista que sofreu acidente perto da ciclovia. A vítima ficou bastante machucada e recebeu assistência dos socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

“Não sei se ele foi atropelado por um carro ou se derrapou e caiu. O pior é que os ciclistas perdem seus direitos quando deixam de usar a ciclovia e trafegam na via reservada aos carros”, comentou o ciclista.

“Acho que precisa de atitudes da Semob para evitar que as ciclovias sejam invadidas por motos e pessoas caminhando, correndo, passeando com cachorro . Acho que deveriam ser multados. Quando invadem a ciclovia, nos obrigam a circular na via junto com os carros e, se somos atropelados, perdemos nossos direitos por não estarmos na ciclovia, situação complicada”, completou.

Arnaldo Villar, coordenador da União dos Coordenadores de Ciclistas do Pará, afirma que as infrações na via ocorrem com maior frequência durante a semana, nos horários de pico, que são das 7h às 9h30, e no final da tarde.  “Nós da União estamos sensibilizados pela falta de respeito dos motociclistas por invadir as ciclofaixas recém preparadas na João Paulo II. Isso vem ocorrendo em diversas ciclovias, prejudicando os ciclistas que ficam intimidados com as motocicletas, saindo da ciclovia e indo para a pista, ficando vulneráveis a qualquer tipo de acidente. Esperamos que providências sejam tomadas”, afirmou. 


Semob

 

Por meio de nota, a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) informou que “mantém fiscalização diária nas ciclofaixas e ciclovias da cidade para coibir o tráfego, parada e o estacionamento irregular de veículos”. O órgão disse também que “vai intensificar essa fiscalização na ciclofaixa da avenida João Paulo II. A autarquia comunica que o trecho entre a Dr. Freitas e a Rua Mariano possui uma extensão de 3,41 km e ainda está em fase de implantação”.

O que diz o Código de Trânsito Brasileiro?

 

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), se o condutor for flagrado transitando pela ciclofaixa/ciclovia estará cometendo infração gravíssima, conforme o art. 193 do CTB, somando 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), multa de R$ 293,47 triplicada, totalizando R$ 880,41. Já estacionar o veículo sobre a ciclofaixa/ciclovia consiste de infração grave, conforme o artigo 181 do CTB, sujeita a multa de R$ 195,23 e 5 pontos na CNH. 

Pela legislação vigente (CBT), o agente só pode autuar mediante flagrante e não pode aplicar multas com base em fotos e vídeos feitos por usuários. As autuações por vídeos só podem ser feitas por equipamentos regulamentados pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que são o radar e câmeras de videomonitoramento.

Como denunciar as infrações? 

 

Segundo a Semob, as reclamações e denúncias relativas ao trânsito podem ser feitas nas redes sociais do órgão (twitter, instagram e facebook) ou formalizadas à Ouvidoria, nos canais de atendimento: site https://semob.belem.pa.gov.br/, acessando a aba da Ouvidoria, e e-mail ouvidoria.semob@cinbesa.com.br. entrando em contato pelos números 118 ou whatsapp (91) 98415-4587

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM