O Natal está na porta: confira boas dicas de decoração para as festas

Em Belém, famílias já fazem os tradicionais arranjos para comemorar a data

Eduardo Rocha

Com o Natal à porta, a decoração natalina já está presente nas casas e espaços públicos de Belém, indicando que os belenenses entraram de vez no clima de espera pela chegada do dia 25 de dezembro.

O investimento para se garantir o ambiente comemorativo do nascimento de Jesus varia de R$ 400,00 até R$ 18 mil, como destaca o designer de interiores Eduardo Borges. "Na pandemia da covid-19, muita gente investe na casa, inclusive, na decoração de Natal." Ele, por exemplo, investiu R$ 2.500,00 na decoração natalina com o tema Disney. Em 2018, foi até o parque temático nos EUA e trouxe bonecos, os quais utilizou na montagem da decoração da casa.

Eduardo destaca que o custo de uma decoração natalina depende do tema e do tipo de material que se vai adotar na organização focada no ambiente. E aí em um tema regional podem ser utilizadas, por exemplo, árvores de Natal feitas com patchouli e bambu e com o uso de cuias; iluminação específica não onerosa para casa; arranjos de mesa com flores artificiais e ainda matapi decorado, entre outros itens. Usar a criatividade vale muito na organização da estrutura. 

"Para a decoração natalina, precisamos ter um tema fechado, como Disney, ursos, bonecos de neve, fábrica de chocolates. Logo depois de definir o tema, temos que seguir uma linha de raciocínio para poder organizar e correr atrás de objetos natalinos, bonecos, flores .... em lugares acessíveis porque dependendo do tamanho da árvore os custos podem ser muito elevados", ressalta.

Fundamental é conciliar o tema de Natal com a decoração da casa ou apartamento, para que não haja exageros, sobretudo, com as cores. "O sincronismo dos ambientes é importante para não virar um carnaval e muito menos ficar com cara de loja", reforça.

Preservar a relação afetiva das memórias de Natal com a narrativa de cada pessoa é muito importante nesse contexto, como destaca Eduardo Borges, observando que nem sempre o que é caro pode ser belo.

Taís e João Paulo Cavallero contaram com os filhos para decorar o apartamento. "Tradição de família." (Cristino Martins/O Liberal)

Tradição

Essa relação pessoal e familiar com o Natal é bem expressa na casa da empresária Taís Resende Cavallero, casada com o também empresário João Paulo Cavallero e mãe de dois filhos pequenos. "A nossa decoração natalina ficou pronta esta semana. Montamos a árvore de Natal, iluminação e arranjos em geral. Eu sou apaixonada pelo Natal, gosto muito da decoração natalina que é uma tradição de família", afirma Taís, relatando que aprendeu a decoração com a mãe, dona Maristela.

Taís levou três dias para montar a decoração natalina e teve a contribuição particular dos filhos nas atividades. "Não gastamos muito; aproveitamos o material que já tínhamos em casa e demos uma incrementada", revela. Este será o primeiro ano da família na nova casa, no bairro do Marco."Nessa pandemia, a gente acaba reforçando o ambiente familiar", conclui.
 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM