VÍDEO: Mulher dá à luz em posto de gasolina de Ananindeua e vendedor ajuda em parto

Mãe e filho foram levados à Santa Casa de Misericórdia e estão bem

O Liberal

Uma situação inusitada chamou a atenção de quem passava pela avenida Independência com a Mário Covas, em Ananindeua, na tarde da segunda-feira (6). O empresário Marcos Villon ajudou uma jovem a dar à luz ao pequeno Bryan dentro de um carro de aplicativo, em um posto de gasolina, na Região Metropolitana. Apesar do susto, a mãe e o bebê estão bem.

Tudo aconteceu quando a moça, que já estava com a bolsa estourada, começou a sentir fortes contrações e precisou pegar um transporte por aplicativo para ir ao hospital. À caminho da casa de saúde, a mulher e a sua acompanhante perceberam que a criança iria nascer ali mesmo, no veículo. Desesperado, o motorista encostou no posto de gasolina e começou a pedir ajuda, entrando na loja de Marcos, que fica localizada dentro do estabelecimento.

“O motorista desceu do carro e explicou que a mulher entrou em trabalho de parto. O Marcos correu para lá. Ele posicionou a mãe e disse: 'Traz álcool, traz toalha, traz pano'. A gente foi e procurou tudo. Ele só posicionou a mão e puxou o neném. A gente enrolou o bebê, ligou para o SAMU e eles vieram. Quando [os médicos do] SAMU chegaram, finalizaram o corte do cordão umbilical. Pegaram a mãezinha e fizeram os atendimentos com ela. Foi um momento lindo", afirma a esposa do empresário, Karina Leite.

Eva ao lado do pequeno Bryan (Reprodução / Arquivo pessoal)

Ele, que é ex-militar da Força Aérea, afirma que realizou as manobras de primeiro-socorro e buscou garantir que o neném estivesse saudável e respirando. "É uma experiência muito emocionante. É uma vida. Não podia dar nada errado. Na hora foi bem desafiador, porque quando o motorista chegou, ele já entrou pedindo socorro. Pedindo que alguém ajudasse e eu me prontifiquei a ajudar. Eu fui na farmácia, pedi toalha, bacia e água quente e eles não tinham. Eu tive que pegar uma camisa para tirar a criança e deixar ela quentinha”, relembra, manifestando a vontade de querer reencontrá-los. A primeira reação, segundo o empresário paraense, foi manter a calma e repassar o sentimento de segurança para a mãe do bebê, demonstrando que o parto daria certo, por mais que fosse a primeira vez que o paraense vivenciasse uma situação semelhante. 

A equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) prestou os primeiros socorros à mãe da criança e ao Bryan. Eles receberam os cuidados de um médico e da enfermeira e socorrista Eva Sosinho, que os acompanhou até a Santa Casa de Misericórdia. 

Eva, que trabalha há seis meses no SAMU, afirma ter ficado bastante comovida com o nascimento do bebê. “Estamos acostumados com a maioria das nossas ocorrências como sendo casos de acidentes. Então, receber um chamado desses já é algo especial. Não temos como não nos emocionar. Presenciamos pessoas do bem cercando aquela jovem e dando suporte até nossa chegada. A cena foi linda e meus olhinhos encheram de lágrimas”, declara. 

No local, mãe e filho receberam os atendimentos necessários e foram encaminhadas à unidade de saúde. A socorrista afirma que eles estão bem. 

(Colaboração de Amanda Martins, estagiária sob a supervisão de Vanessa Pinheiro, editora web)

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM