Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Mário Couto afirma que fez campanha sem dinheiro e está feliz, independente do resultado das urnas

O candidato do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), de 74 anos, votou às 8h, na Escola Municipal Walter Leite Caminha, no Benguí, em Belém, acompanhado da esposa.

Valéria Nascimento

O candidato do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Mário Couto, 74 anos, votou às 8h, na Escola Municipal Walter Leite Caminha, no Benguí, em Belém, acompanhado da esposa e disse estar feliz com a campanha realizada sem verbas públicas.  

"A gente está  feliz, fizemos uma campanha diferente por causa da pandemias, mas também por ter sido sem dinheiro, sem televisão, sem o Fundo Partidário. Nosso partido rejeitou o Fundo, não quis usar verbas públicas nessas eleições'', disse Márico Couto. 

Ele afirmou que campanha eleitoral teve grande dificuldade, mas quer que isso sirva de exemplo para se criar um novo modo de se fazer política no País. "Quem sabe no futuro o político se conscicentize que para se fazer uma eleição não precisa de tanto dinheiro. Tem de acabar com isso que só vence eleição quem tem dinheiro, quem tem muito dinheiro. Independente do resultado das urnas, o nosso exemplo foi dado", afirmou.

"Já fui senador da República, deputado estadual por quatro mandatos, resolvi dar esse exemplo como um político maduro, já muito experimentado. O mais difícil foi enfrentar aqueles que usaram o poder, mas, é necessário isso, dizer eu fiz a minha campanha digital, eu fiz só pelo celular, eu conscientizei as pessoas. Acho que o voto é consciência. Votar não é comprar, é conscientizar'', acrescentou. 

Couto afirmou que é a favor do financiamento privado, e reiterou que o dinheiro público não deveria ser usado para se fazer campanha política. Sobre seu apoio em um eventual 2º Turno, disse que é preciso ouvir o partido dele e a militância para tomar posições. "Agora, não dá para se fazer nada, vamos aguardar o resultado do 1º Turno. O mais importante é que estamos felizes porque já demos o exemplo''.

Na escola em que Mário Couto vota não houve problema com as nove urnas eletrônicas, o portão abriu às 7h, a equipe de mesários exige uso das máscaras, e até então o trabalho dos mesários segue tranquilo.

FUNDO PARTIDÁRIO

O Fundo Especial de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, mais conhecido como Fundo Partidário, é uma forma de financiamento público, não exclusivo, dos partidos políticos do Brasil, que não se restringe às campanhas eleitorais. Esse fundo é constituído por dotações orçamentárias da União, multas e penalidades pecuniárias aplicadas nos termos do Código Eleitoral e leis conexas, doações de pessoa física ou pessoa jurídica, efetuadas mediante depósitos bancários diretamente na conta do Fundo Partidário e por outros recursos financeiros que lhe forem atribuídos por lei. 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM