Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Linhas cortantes de pipas são apreendidas em áreas de praia

Foco é evitar a comercialização e uso desse material capaz de provocar acidentes

Para cumprimento da Lei nº 9.597, proibindo o uso, fabricação e venda de linhas de pipas com cerol, também conhecidas como linha chilena, agentes de Segurança Pública do Governo do Estado intensificaram a fiscalização nas áreas de praia neste domingo (10), e como resultado foram apreendidas linhas e carretéis. Na Praia do Atalaia, em Salinópolis, no nordeste paraense, o material apreendido encontrava-se a maioria nas mãos de crianças. Também foram recolhidos outros artigos que eram comercializadas por ambulantes na faixa de areia. 

Os agentes observaram que havia muitas pessoas empinando pipa na praia desde cedo. Uma força-tarefa foi montada para orientar os veranistas e apreender material impróprio vendido por ambulantes. O mesmo trabalho preventivo é realizado em outros espaços de lazer, para evitar acidentes.

Caripi

Na Praia do Caripi, em Barcarena, no Baixo Tocantins, foram apreendidos carretéis e grande quantidade de linhas enceradas, que estavam sendo usadas por frequentadores ou vendidas por ambulantes. 

A Lei Estadual nº 9.597/2022 proíbe a posse, fabricação e comercialização de linhas cortantes com cerol (vidro moído), linha chilena e similares, independentemente da aplicação de cerol. O descumprimento acarreta ao infrator, quando pessoa física, o pagamento de multa no valor de R$ 50,00. Se for menor, os pais ou responsáveis responderão pelo ato. O estabelecimento flagrado vendendo linha cortante será autuado, podendo ser multado em até R$ 5 mil.

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM