Indígenas Warao recebem aulas de língua portuguesa em abrigo de Belém

Jovens e adultos venezuelanos participam das aulas

Redação Integrada com informações de Agência Belém

Abrigados em espaço no Tapanã, indígenas venezuelanos Warao estão recebendo aulas de língua portuguesa para superarem as barreiras linguísticas enfrentadas diariamente.

As aulas são ministradas de segunda a quinta-feira, nos horários da tarde e noite. A intenção é que os indígenas e seus familiares possam ter maior autonomia.

“Essa oportunidade de aprender o português vai me ajudar nos relacionamentos, tanto aqui dentro do abrigo, quanto fora. Além de me ajudar a lutar pelo meu povo”, disse Roisdael Calderón de 37 anos.

A ação é uma iniciativa da Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Papa João XXIII (Funpapa) e em parceria com o Fundo das Nações Unidas (Unicef), a partir da ONG Aldeias Infantis SOS Brasil.

Sandro Carvalho, idealizador do projeto e representante da ONG, explica que as aulas de português como língua estrangeira são voltadas para as questões do cotidiano. No aprendizado, são trabalhadas a oralidade e a prática. “O aprendiz de língua deve compreendê-la como fator social e se entender como ator na sociedade. Além de facilitar as relações pessoais e as questões de empregabilidade deles”, disse.

De acordo com Isabely Castro, coordenadora do abrigo, o trabalho promove a educação e proteção no espaço. “Essa é mais uma ação para garantir os direitos para comunidade Warao, assegurando seu acesso à educação e fortalecendo o vínculo familiar e cultural”, contou.

No abrigo, os indígenas são acompanhados diariamente por uma rede multidisciplinar de profissionais, com assistentes sociais, antropólogos, psicólogos, educadores e avaliação de saúde com a equipe de profissionais do Consultório na Rua. As ações garantem o acompanhamento de saúde, educação e o acesso à garantia de direitos. 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM