Governo reinaugura Colégio Paes de Carvalho e anuncia obras no "Souza Franco" e "Avertano Rocha"

Cerimônia reuniu autoridades e ex-alunos na escola centenária

Eduardo Rocha

O começo da noite desta terça-feira (6) foi marcante para a educação pública paraense: o governador Helder Barbalho reinaugurou o Colégio Estadual Paes de Carvalho, no centro de Belém, funcionando há 178 anos e que passou por reforma e ampliação, e também assinou ordens de serviço para reforma da Escola Estadual Visconde de Souza Franco, no bairro do Marco, e para reforma e ampliação da Escola Estadual Avertano Rocha, no Distrito de Icoaraci. A assinatura dos documentos se deu em frente à entrada do "Paes de Carvalho", onde foram homenageados autoridades e ex-alunos da instituição de ensino. As obras nesse colégio abrangeram R$ 2,5 milhões, com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Os serviços no "Souza Franco" e no "Avertano Rocha", envolvem, cada uma, R$ 2 milhões.

Considerado como a instituição de ensino mais antiga no País. o CEPC, como é conhecido o Colégio Paes de Carvalho, foi inaugurado em 28 de julho de 1841, e teve sua reforma iniciada em 2017 abrangendo 25 salas de aulas e outros 40 espaços de convivência e pedagógicos no prédio principal e nos anexos I e II. Entres eles, duas salas da Unidade Seduc na Escola (USE 3), banheiros, salão nobre, secretaria, arquivo, sala de espera, sala da direção, sala da coordenação pedagógica, sala de vídeo, laboratório de química, sala de informática, sala de dança, quadra poliesportiva, ateliê de artes, sala de ginástica, copa para funcionários e outros.

O CEPC possui 1,2 mil alunos com oferta de ensino nas modalidades Ensino Médio Acelerado, Projeto Mundiar, Educação Especial, Ensino Médio Regular e Ensino Médio Expandido, além de educação profissionalizante nos cursos de administração, logística e informática.

Símbolo - "O meu sentimento é de profunda felicidade. O Colégio Paes de Carvalho é um simbolo para o nosso Estado, um símbolo de educação de sucesso. Por esta escola passaram grandes líderes do nosso Estado, profissionais liberais, de diversos segmentos, governadores, juristas, magistrados, pessoas que, a partir do conhecimento que essa escola produziu, venceram e lideraram esse Estado. Lamentavelmente, ao longo do tempo, a educação pública acabou se transformando em algo de baixa qualidade. Nós acreditamos ser possível se oferecer educação pública de qualidade e é isto o que nós estamos fazendo desde o primeiro dia de governo", afirmou o governador.

"E, hoje, poder devolver a Belém, devolver ao Estado do Pará o nosso querido Paes de Carvalho com 178 anos, todo ele reestruturado, não apenas as salas climatizadas, mas laboratórios de informática, multiuso, biblioteca, áreas de convivência e, claro, além da estrutura física, valorizando a qualidade pedagógica para que nós possamos avançar, ter orgulho de que o ensino público é capaz de formar com qualidade e, acima de tudo, garantir um futuro melhor para as nossas crianças e jovens", acrescentou.

Helder Barbalho destacou que o resgate da história do Estado é uma ação do Governo que abrange a reestruturação do Colégio Paes de Carvalho e do Museu do Estado, do Theatro da Paz e de outros equipamentos.

Até o final deste ano, o Governo, por meio da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), quer entregar 150 escolas entre novas, reformadas ou com manutenção corretiva e preventiva. Um total de 105 escolas passam  por obras de manutenção, e o "Paes de Carvalho" é a 16ª entre as reformadas e ampliadas. Ao lado do vice-governador Lúcio Vale e a titular da Seduc, Leila Freire, o governador Helder Barbalho entregou as obras e visitou as instalações do colégio estadual.

"Ficou bem mais confortável para a gente estudar", declarou Larissa Ripardo,  20 anos, aluna do 3º ano do Ensino Médio no CEPC. Para a aluna Jamile Pinheiro, 17 anos, do 3º ano do EM, "essa entrega de obras é fruto de muita luta; o Governo fez em seis meses o que outros governos não fizeram". A Receita Federal entregou à Seduc uma carreta para transporte de 40 toneladas de material e merenda escolar.

Ex-alunos e autoridades foram homenageados com uma medalha entregue pelo governador e vice, na frente da escola. O desembargador Milton Nobre pronunciou-se afirmando que a cerimônia era um misto de "alegria e saudade" e destacou que o Governo entregava não apenas um colégio reformado mas "um símbolo da dignidade do ensino do Pará". Entre os homenageados: o senador Jader Barbalho; a deputada federal Elcione Barbalho; o ex-ministro das Comunicações Juarez Quadros; os ex-governadores Jarbas Passarinho, Aurélio do Carmo, Augusto Montenegro, Magalhães Barata e outros nomes. Uma apresentação da Orquestra Jovem da Amazônia marcou e da banda de música do "Paes de Carvalho" marcou o encerramento da cerimônia.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!