Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Frutas típicas de julho são a escolha de quem quer driblar o calor em Belém

Laranja e acerola estão entre as mais vendidas nos mercados e feiras da capital; consumidores apostam em sucos para aliviar os efeitos do clima de verão

Camila Azevedo

O verão amazônico tem alcançado temperaturas de 33ºC em Belém e a escassez de chuvas frequentes, o que leva a população a optar cada vez mais por opções que hidratem e, sobretudo, que tragam alívio frente ao clima quente da cidade. Sucos tem sido uma das escolhas mais queridas. Porém, a maioria das frutas consumidas pelos moradores da capital ficou mais cara no primeiro semestre de 2022. O levantamento mais recente divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) aponta que boa parte desses alimentos teve aumento percentual acima da inflação calculada para o período, ficando em 5,61%. 

A laranja pera, por exemplo, chegou a atingir a marca de 74,16% mais cara, com o preço de R$ 5,19 nas feiras e supermercados de Belém. Apesar da redução de 0,76% no valor em junho, se comparado a maior, a fruta foi a que teve maior aumento. 

VEJA MAIS

Tomar sorvete é uma alternativa para amenizar o calor em Belém; vídeo
Turistas gostam de saborear o produto onde também podem contemplar a natureza

Saiba como manter a hidratação no calor do verão; opções vão de água a frutas
Vendedores comemoram o aumento das vendas, mas reclamam dos preços nos fornecedores

Calor pode aumentar riscos de ataque cardíaco em homens, diz estudo
Risco de mortalidade por doenças cardiovasculares aumenta a cada 1°C a mais na temperatura média do verão

Mesmo com os preços, os produtos mais procurados durante o mês de julho são os que permitem fazer suco de forma bem rápida. Evanisson Costa, de 52 anos, trabalha com a venda de frutas há 30 anos e diz que os consumidores têm buscado formas de driblar o calor. Além disso, o feirante sentiu os preços elevados. “Frutas que fazem suco, como acerola, goiaba, abacaxi e melancia, devido ao calor, são bem procuradas. Elas ficaram um pouquinho mais caras em relação aos outros anos, tenho sentindo uma diferença de mais ou menos 50%”, afirma.

A mesma procura chegou na banca do Mauri Ferreira, comerciante da Feira da Pedreira. Teve a diferença no foco dos clientes, mas sem muita variação na procura. Ele atribui isso ao fato de muitas pessoas continuarem se prevenindo contra o coronavírus, evitando viagens. “Acerola, abacaxi são as que mais saem. Mas a movimentação está na base normal. Todo dia recebo compras”, conta o trabalhador.

O comerciante Mauri Ferreira sentiu a diferença no foco dos clientes, mas o movimento continua normal (Ivan Duarte / O Liberal)

Quem está acostumado a pesquisar pelos preços, diz não sentir tanto as mudanças. André Sousa, agente de viagens de 54 anos, considera que os valores estão dentro da situação atual e não tem deixado de garantir as frutas. “Tem coisas que estão um pouco mais caras, que não costumo comprar no dia a dia. Mas a banana, o mamão e a acerola estão dentro do preço. Essas frutas eu geralmente já tenho em casa, dá pra fazer um suco muito bom”, ressalta. 

Frutas da estação são fontes de qualidade de vida

Carambola, kiwi, laranja, tangerina, coco seco, maçã, banana, cupuaçu e morango fazem parte das frutas que estão na safra em julho. Isso significa que os alimentos estão mais frescos, com menos agrotóxicos, possuem maior qualidade nutricional e estão com sabor mais apurado.

A nutricionista Brenda Vinagre explica que os benefícios de manter uma alimentação regular de consumo de frutas do período pode garantir regulação arterial, previne a diabetes e ajuda na retenção de líquidos. “A laranja in natura, com o bagaço, é rica em fibras, então melhora muito o funcionamento do intestino, sistema digestivo, combatendo prisão de ventre. Já o cupuaçu, tem a função de estimular o sistema nervoso central, melhorar o funcionamento do coração e reduzir a tosse”, destaca a especialista.

Confira alguns benefícios das frutas que estão na safra em julho para a saúde:

→ Laranja: rica em potássio, vitaminas A e C e propriedade antioxidantes;
→ Morango: composto por vitamina C, potássio e antioxidantes, diminui o colesterol e melhora a capacidade cognitiva;
→ Tangerina: possui caroteno, vitamina C e flavonoides, ajudando a fortalecer o sistema imunológico;
→ Cupuaçu: fornece energia por ser rico em teobromina, estimulando o sistema nervoso.

 

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM