Faculdade confirma caso de covid-19, mas diz que aulas não foram suspensas

Estácio retificou comunicado emitido na sexta-feira (16). Unidades estão em funcionamento e professor foi substituído temporariamente.

Redação Integrada

Depois de confirmar, por meio de comunicado, a suspensão temporária das aulas na sexta-feira (16), em todas as unidades da capital (após um professor testar positivo para a covid-19), a faculdade Estácio retificou neste sábado (17) a informação, divulgando uma nova nota na qual afirma que “todas as suas unidades no Pará estão em funcionamento”. As aulas presenciais tinham sido retomadas, desde setembro, de forma gradual, com limitações e protocolo de segurança.

O docente positivado trabalha na unidade da Doca, e vinha atuando nos regimes remoto e presencial. “Atualmente, a Estácio acompanha o caso de um docente que foi diagnosticado com a covid-19. A instituição está prestando apoio aos familiares do professor e nossa comunidade deseja uma rápida recuperação ao colega. O docente foi temporariamente substituído e as atividades para os alunos seguem o cronograma anteriormente estabelecido”, afirma o novo comunicado.

No texto, a instituição diz que se engajou nos esforços de combate à pandemia muito cedo e adotou uma série de medidas preventivas para garantir a segurança e a saúde de alunos e professores em todas as suas unidades. A faculdade também garantiu que “os espaços vêm sendo inspecionados regularmente, foram sinalizados, para assegurar maior distanciamento”.

“Disponibilizamos álcool em gel e realizamos campanhas de orientação. As revisões dos sistemas de refrigeração foram intensificadas, as equipes de limpeza foram reforçadas, para garantir a higienização de espaços comuns, e o uso de equipamentos de segurança é obrigatório”, diz o texto.

“Priorizando a saúde de alunos e professores durante a pandemia, a Instituição adota um protocolo de segurança mais conservador. Na existência de notificados sobre suspeita ou confirmação de resultado positivo para a Covid-19, optaremos por suspender temporariamente as atividades para a proteção de todos”, finaliza a Estácio em nota.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM