Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Evento em Belém reforça que Islã é religião de paz

Presidente da Associação Ahmadia do Islã no Brasil explica muitos preconceitos e tenta isolar o extremismo

Fabyo Cruz

Os elementos que formam o verdadeiro Islã, os valores que são transmitidos e o papel das mulheres na religião são alguns dos temas da palestra "ISLÃ: uma religião de paz". O evento ocorre nesta sexta-feira (16), às 19h. Wasim Ahmad Zafar, presidente da Associação Ahmadia do Islã no Brasil, é um dos palestrantes. Na manhã desta segunda-feira (12), ele visitou a sede do Grupo Liberal, após 13 anos desde a última a última passagem por Belém. E falou sobre os muitos preconceitos que o islamismo sofre em todo o mundo.

O debate está sendo organizado pela Associação Ahmadia do Islã no Brasil. O evento será no Edifício Unique Studio, localizado na rua Boaventura da Silva, 2368. Também contará com exposição de livros sobre a religião. Além de Wasim, Nadeem Ahmad Tahir será palestrante. Pela segunda vez em Belém, Wasim Zafar falará sobre temas como a chegada de um reformador prometido nas escrituras sagradas, o Messias e as outras crenças que formam a religião.

Para Wasim, a deturpação do Islamismo no mundo deve-se à forma como a imprensa internacional, sobretudo, dos Estados Unidos, faz a cobertura jornalística dos conflitos no Oriente Médio. Ele destaca outro fator que contribui para a visão errônea da religião: os grupos radicais. "Homens-bomba são pessoas extremistas, o que eles fazem não tem a ver com o real significado do que é o Islamismo”, ressalta.

“Infelizmente, em todas as religiões, existem pessoas fanáticas. Há hostilidade, por exemplo, entre católicos e protestantes, na Irlanda do Norte. Nem por isso eles são chamados de ‘terroristas’, e nem devem ser, pois essa forma de preconceito propaga uma visão negativa e generaliza a crença das pessoas", destacou o missionário.

Zafar acredita que palestras como a que será realizada pela segunda vez em Belém possam contribuir para desmistificar o estereótipo criado sobre o Islamismo. Nesses tipos de evento, as pessoas podem participar de debates e esclarecer suas dúvidas a respeito da religião, assim como ter acesso a livros e outros materiais elaborados, para explicar a origem do Islã e suas ramificações.

Na Associação Ahmadia, com sede em Petrópolis, no Rio de Janeiro, ações sociais como distribuições de alimentos, materiais escolares e agasalhos são realizadas para ajudar os mais necessitados. Recentemente, o grupo fez uma parceria com a prefeitura local com objetivo de arrecadar doações de cadernos, canetas, borrachas e lápis, além de outros acessórios, que foram distribuídos em colégios do município.

O missionário contou que já participou de encontros com padres, pastores e representantes de outras religiões. Ele afirma que tanto as ações sociais, quanto essas relações com as demais crenças podem agregar à mudança de opinião daqueles que ainda enxergam o Islamismo com preconceitos. “Eu já fui a igrejas para participar de reuniões, membros de outras crenças já entraram na nossa mesquita, todos sempre são muito bem recebidos. Esse é o verdadeiro significado das religiões, transmitir a paz e o amor”, concluiu.

Para mais informações e confirmação de presença, necessário para a organização adequada do espaço, o telefone é (24) 99943-5343.

(Com colaboração de Karoline Caldeira, estagiária sob supervisão de Victor Furtado, coordenador do Núcleo de Atualidades)

Palavras-chave

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM