Empresário preso injustamente por tráfico internacional de drogas já está em Belém

Depois de um mês e meio preso em Lisboa (POR), José Pereira pode comemorar ao lado da família o fim de um grande pesadelo

Redação Integrada

O empresário José Pereira, de 71 anos, que estava preso desde o dia 15 de maio em Lisboa (Portugal) sob injusta acusação de tráfico internacional de drogas, já está de volta a Belém. Ele chegou à capital paraense na noite desta sexta-feira (5) em um vôo da TAP, após nove horas de viagem.

Familiares, incluindo os filhos Leila e Márcio, além de vários amigos aguardavam desde cedo pela chegada do empresário - que é mineiro, mas está radicado no Pará há mais de 40 anos - no Aeroporto Internacional de Belém. Na recepção, balões e cartazes deram as boas vindas ao paraense. 

Assim que deixou o salão de desembarque, bastante emocionado, José Pereira pediu um tempo aos jornalistas presentes para se reunir com a família e se recobrar. Em seguida, se ajoelhou e agradeceu por estar de volta a sua terra. Em um breve relato, ele lembrou os momentos difíceis que passou na prisão em Lisboa e declarou que o incidente lhe serviu como um grande alerta.

Leia mais:

Paraense preso em Portugal é solto e chega no final de semana em Belém

Advogado junta provas a favor de empresário paraense

Empresário paraense é acusado de tráfico de drogas e preso em Portugal

 

A polícia judiciária portuguesa concluiu, na última terça-feira (2), o relatório de investigação que inocentou o empresário paraense. No dia seguinte, José Pereira recebeu o alvará de soltura expedido pela Justiça do país e deixou o presídio em que estava há mais de um mês, na zona de Caxias, em Lisboa. Mas precisou aguardar os dois últimos dias até que seu passaporte e o dinheiro que foi apreendido fossem restituídos para, então, poder retornar ao Brasil.

De acordo com o advogado Fabiano Lopes, contratado pela família do paraense, embora tenha sido inocentado e liberado pela polícia judiciária portuguesa, José Pereira ainda terá que responder o processo aberto em Lisboa, o que deverá acontecer por meio de carta rogatória. O caso foi relatado pelo programa Fantástico, da TV Globo, no último dia 30 de junho, e, segundo Fabiano, a repercussão da entrevista com a família pode ter ajudado a agilizar os procedimentos envolvendo a acusação contra o paraense.

Emoção e uma grande sensação de alívio marcaram a chegada de José Pereira à capital paraense (Akira Onuma / O Liberal)

 

 

 

 

 

José Pereira foi preso 15 de maio quando viajava para Paris com a esposa, acusado de levar consigo 11 quilos de pasta-base de cocaína em uma mala. Era a segunda viagem internacional do casal. Desde o primeiro momento a família negou o crime e defendeu que ele estaria sendo vítima de um golpe. A viagem que deveria ser de lazer, para que o empresário pudesse espairecer - há algum tempo ele enfrenta um problema de saúde - acabou se tornando um pesadelo.

O advogado pretende cobrar reparação de danos materiais e morais referentes ao transtorno causado ao seu cliente. O Aeroporto de Fortaleza está sendo investigado pela Polícia Federal brasileira. As companhias aéreas Gol e TAP Portugal e os aeroportos de Fortaleza e de Lisboa optaram por não comentar o caso alegando que o mesmo corre em “segredo de Justiça”, mas garantiram que estão colaborando com a apuração. José Pereira é empresário do ramo de auto-peças e serviços automotivos em Belém e é casado com Valdilene Rodrigues, 45, há mais de 20 anos.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!