Distribuição de cestas básicas proporciona Natal mais feliz para famílias de Santana do Aurá

Há 35 anos, o trabalho é realizado por colaboradores e frequentadores da Casa Espírita do Nazareno

O Liberal
fonte

Sessenta famílias carentes que vivem na comunidade Santana do Aurá, em Ananindeua, participaram da ceia natalina da Casa Espírita do Nazareno, no bairro da Campina, em Belém, na noite do último domingo (25/12), Dia de Natal. As famílias, que receberam ajuda de custo para o deslocamento, também ganharam cestas básicas e um jantar. Além disso, cantaram e dançaram com a realização de um karaokê. Após dois anos de pandemia, a retomada do trabalho foi possível graças às doações recebidas de colaboradores e frequentadores da Casa.

Cléia Cunha, coordenadora da Casa Espírita do Nazareno, explica que este é um trabalho realizado há 35 anos. Nos últimos dois anos, por causa da pandemia da covid-19, a entrega das cestas básicas não ocorreu na sede da Casa Espírita do Nazareno. Mas as cestas foram entregues no próprio bairro. A seleção das famílias é baseada na renda e nas condições em que elas vivem. “Uma semana antes, vai uma equipe com a cartas-convite, percorrendo cada rua e escolhendo as casas mais paupérrimas”, diz.

A coordenadora reconhece que o número de famílias beneficiadas ainda é pequeno, comparado com a quantidade de pessoas que vivem em situação de extrema pobreza no entorno do Lixão do Aurá. “Nós sabemos que todos são necessitados. Infelizmente, não dá para dar cestas para todos aqueles que precisam, o que é muito triste para a gente. Então, a gente distribui a carta-convite para eles virem, no Dia de Natal, participar da ceia junto com todos os trabalhadores e frequentadores da casa e, depois, são entregues as cestas”, fala.

Entrega de cestas básicas para moradores de Santana do Aurá

“Gostaríamos de beneficiar muito mais famílias, mas, como dizia nosso irmão Nazareno, a nossa caridade espiritual é abundante, porque os espíritos não nos cobram nada, mas a nossa caridade material depende do bom coração das pessoas”, destaca.

Para o autônomo Paulo da Silva, morador da comunidade Santana do Aurá, a cesta básica recebida vai ajudar a garantir as refeições da família dele, às vezes, adquiridas com muita dificuldade. “Agora, a gente vai passar uns dias bem. Muitas vezes, as crianças pedem até um biscoito para o lanche, e a gente não tem como atender, porque o pouco que a gente consegue mal dá para o almoço. Com essa cesta básica, vai dar para a minha família viver um pouco melhor por mais alguns dias”, festeja.

Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM