Demolição da antiga fábrica da Phebo é embargada pela prefeitura

Segundo a Secretaria de Urbanismo, obra no local será paralisada até que o licenciamento seja feito

Redação Integrada

Gestores e técnicos da Prefeitura de Belém tomaram conhecimento, nesta segunda-feira (13), que havia sido iniciada a demolição do prédio onde por décadas funcionou a fábrica dos produtos Phebo, no bairro do Reduto, no centro da capital paraense. Tão logo se certificaram do fato, os técnicos da Prefeitura embargaram a obra. A situação foi assunto nas redes sociais neste começo da semana.

Em nota à Redação Integrada de O Liberal, a Prefeitura de Belém comunicou: A Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) informa que a Divisão de Fiscalização e Controle do órgão recebeu denúncia anônima sobre a ocorrência de demolição interna no referido imóvel”. 

“Após vistoria no local, foi aplicado auto de infração, uma vez constatada a obra de demolição iniciada sem o alvará que deve ser solicitado a secretaria. Também foi aplicado o embargo para paralisação da obra até o seu devido licenciamento”, concluiu   comunicado da Prefeitura Municipal.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

MAIS LIDAS EM BELÉM