Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Confira algumas dicas para realizar compras pela internet com segurança

Seja na Black Friday ou nas compras do dia-a-dia, especialista reforça que é importante ter atenção para não colocar seus dados em risco

Laís Santana

Na Black Friday, celebrada no Brasil nesta sexta-feira (26), cresce os riscos de golpes financeiros, o que leva a data a ser considerada por muitos como o 'Natal' dos golpistas, momento em que eles ganham mais dinheiro. O número de fraudes é ainda maior quando se trata de compras na internet. 

Uma pesquisa feita pela empresa de segurança de internet McAfee, aponta que metade dos brasileiros aumentaram o número de compras online desde o ano passado. 

São muitos os tipos de golpes no mercado, contudo, o mais comum na Black Friday é também um dos mais antigos da Internet: o phishing, uma técnica usada pelos ladrões de dados para enganar os clientes e roubar suas informações sem que percebam. Eles criam sites falsos, muitas vezes clones de grandes lojas e espalham esses endereços eletrônicos por e-mail ou correntes de aplicativos de mensagens, como WhatsApp.

“Os emails são bastante usados por cibercriminosos para obterem acesso às suas informações pessoais e detalhes financeiros. Os agentes mal-intencionados enviam e-mails de phishing para induzir os compradores online a clicar em um link que inicialmente parece normal. Contudo, esses links levam você a um site fraudulento que pode roubar informações de login, dados de pagamento ou até fundos quando você tenta fazer um pedido por meio deles. Desta forma, em vez de clicar em links de e-mail, compre diretamente do site do varejista”, alerta Wendel Castro, doutor em Bioinformática e coordenador dos cursos de Tecnologia da Informação, da Universidade da Amazônia.  

O especialista orienta a como identificar sites falsos e reduzir as chances de cair em um golpe. “Quando um site é falso os  links podem conter erros ortográficos, imagens com baixa qualidade, conteúdo abaixo do padrão e funções do site não funcionando corretamente. Antes de clicar em qualquer link, passe o cursor sobre o link e certifique-se de que mostra o endereço URL de destino real”, afirma. 

Outro passo importante na hora de efetuar uma compra online é optar por sites seguros. “Procure o símbolo do cadeado na barra de endereço e certifique-se de que o URL comece com 'HTTPS: //'  em vez de 'HTTP: //'. O 'S' indica que a página da web foi criptografada e protegida com um certificado. É melhor ir diretamente ao site da loja para saber se o negócio é real.”, pontua Castro. 

Tanto na Black Friday quanto nas compras do dia-a-dia, é necessário ter atenção, buscando sempre uma conexão segura com a internet, pois em uma transação de possível compra o consumidor pode colocar seus dados pessoais e cartão de crédito em risco. “Ao fazer compras online, certifique-se de usar uma conexão segura com a Internet, seja a rede celular do seu telefone ou uma conexão Wi-Fi privada, para navegar na Internet. Nada de usar wifi público para realizar compras”, ressalta Wendel Castro.

Veja mais algumas orientações para se proteger de golpes na Black Friday:

1 - Cuidado com seus dados - informações pessoais com telefone, CPF, endereço e número de cartões, dentre outros, devem ser fonte de grande preocupação. Evite colocar esses dados em qualquer formulário e sempre se preocupe se o site que for cadastrar seja realmente seguro;

2 - Cuidado ao clicar - sei que o impulso pode ser grande, pois a chamada é atrativa, mas só clique em links se tiver certeza de que esse é seguro. Para isso observe se à esquerdo do endereço do site se tem uma imagem de cadeado, que significa segurança, também averigue se o site tem a sigla ‘https’ no endereço da web. Busque sempre as páginas oficiais;

3- Procure saber sobre a reputação da loja - hoje em qualquer busca rápida pode se ter avaliação de uma empresa ou loja, mas cuidado, priorize Procon, portais de direito do consumidor ou no Reclame Aqui para fazer sua pesquisa, cuidado com sites que mudam apenas uma letra de um nome famoso ou que tenha extensões diferentes;

4- Cuidado com suas senhas - busque sempre ter senhas diferentes para cartões, sites e cadastros, e também procure alterar constantemente. Evite dados mais simples como o nome e 123 na sequência e a data de nascimento, etc...

5 - Priorize pagamento no cartão de crédito - para as compras online essa é a mais seguras, pois simplifica o cancelamento, permitindo que o cliente conteste a cobrança e solicite o reembolso do valor e identifica possíveis fraudes. Evite transferência bancária ou boleto.

6 - Fuja de condições extraordinárias - ‘quando o milagre é demais’, é fundamental desconfiar, as propostas com descontos sensacionais são as mais usadas para os golpes, por isso não acredite nessas situações;

7 - Atualize sempre seu antivírus - busque estar sempre com antivírus atualizados para proteger os sistemas operacionais de computadores e smartphones, isso dificulta a instalação de programas maliciosos, também faça varreduras constantes.

8 - Busque fontes confiáveis de informação - é importante estar sempre esperto e atualizado sobre novos golpes, mas sempre busque informações de fontes confiáveis, lembrando que grupos de WhatsApp são os maiores disseminadores de Fake News

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM