Casa de alvenaria desaba no Curió-Utinga; morador sobrevive

Imóvel pode ter desmoronado por causa de um erro na estrutura, aponta Corpo de Bombeiros

Caio Oliveira e Eduardo Rocha

Uma casa de alvenaria desabou na tarde deste domingo (07) no bairro do Curió-Utinga, em Belém, por volta de 17h. O imóvel, que ficava na Rua K-3, avenida We-4 e rua Altair Viana, foi totalmente destruído com o desmoronamento, mas não há registro de vítimas.

Segundo o Centro Integrado de Operações (CIOp) dos bombeiros, apesar do susto, o dono do imóvel foi atendido no local e está bem. O pintor de paredes Maurício de Souza Fernandes, cearense, de 43 anos, dormia sozinho, tranquilo em uma rede no local onde morava de aluguel há três meses quando foi avisado por vizinhos de que haviam escutado um estalo no imóvel.

"Estou só com a roupa do corpo"

Maurício, então, correu para portão frontal, mas não conseguiu sair do imóvel. Decidiu ir até os quartos em busca de documentos e sair da casa, mas quando viu que não ia dar tempo, pois a casa de alvenaria estava caindo por terra, conseguiu chegar até a casa vizinha e escapar ileso. "Eu agradeça Deus, ao Beto e outros vizinhos que me alertaram", afirmou Maurício, com a chave do portão da casa.

Maurício escapou por pouco (Claudio Pinheiro)

Ele disse que morava na casa com o filho da dona, de nome Braga. Esse outro homem havia saído do imóvel, antes do desabamento. "Eu estou só com a roupa do corpo. Eu tentei apanhar meus documentos, mas não deu tempo", declarou Maurício, ainda muito tenso com o ocorrido. 

A casa era grande e reunia uma sala, dois quartos, uma cozinha, um corredor e banheiro. Maurício é pai de uma adolescente. Ele foi encaminhado para a residência de familiares e está sendo levantado se ele está dentro dos critérios para cadastramento em programas de financimento de moradia do governo.

Imóvel ruiu por completo (Cláudio Pinheiro)

Perigo constante

O Corpo de Bombeiros destaca que pode ter havido um colapso estrutural no imóvel, que tinha apenas um pavimento e construção em alvenaria, mas somente a perícia do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves pode confirmar a causa exata do desabamento. 

Moradores da área relataram que uma casa vizinha, de grande porte, foi condenada pelos Bombeiros há três anos e permanece no local colocando em risco a vida da comunidade. 

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!