Acessar
Alterar Senha
Cadastro Novo

Cada voto importa: campanha conscientiza jovens paraenses a tirar título eleitoral

Ação já auxiliou mil jovens brasileiros; na praça da República, em Belém, jovens receberam orientações sobre a emissão do título

Emanuele Corrêa

O Prazo para emitir o título eleitoral termina no dia 4 de maio e uma campanha na internet intitulada "Cada Voto Conta" visa estimular que jovens entre 16 e 18 anos ou que tem 15 anos e farão 16 anos até o dia 2 de outubro - primeiro turno das eleições brasileira - tirem o documento e exerça a cidadania, mesmo que o voto seja facultativo para quem tem menos de 18 anos. A ação ocorre em todo o Brasil e, em Belém, jovens estão articulados na internet para fazer o mutirão.

A ação presencial da campanha para incentivar o primeiro voto, ocorreu neste domingo, das 9h às 11h na praça da República. Beatriz Lacerda, multiplicadora do "cada voto conta" diz que a campanha é apartidária e que a ideia é conscientizar a juventude a tirar o título de eleitor, para que se envolvam com a política, tenham consciência e possam opinar sobre suas representações políticas. "200 a 300 mil pessoas estão aptas a tirar o título, mas ainda não o fizeram. Queremos falar com a juventude para que nesse primeiro voto se envolvam com a política, que é todo dia, tem a ver com o dia a dia deles. Se não atingirmos esse primeiro voto, não vamos conseguir fazer política pública depois", ressaltou.

"É importante dizer para a juventude que é uma campanha feita de jovens para jovens. Fazemos para que eles se sintam seguros. Nossa campanha é apartidária, queremos que essa juventude esteja presente na política. Que a juventude precisa ter consciência de que não somos o amanhã. Nós somos o agora. Estamos aqui para fazer a diferença hoje. É com esse pensamento que a cada voto conta está agindo", completou.

Cada Voto Importa: campanha conscientiza jovens a tirar o título eleitoral, em Belém

A praça foi escolhida devido a circulação de jovens, geralmente, acompanhada dos pais ou responsáveis. Beatriz destaca que no Brasil, a campanha que começou em fevereiro já ajudou mil jovens a ter acesso ao título de eleitor. Na ação presencial de Belém, o maior reflexo é positivo, com pais permitindo a conversa sobre a importância do voto. "A gente tem pais que aceitam tranquilamente, trazem seus filhos, teve uma mãe que foi em casa buscar a filha pra fazer o título. Mas ainda tem aquela porcentagem que não apoia tanto, que diz que os adolescentes não tem que ir para as urnas. E não é assim, acho que a partir do momento que nós temos consciência de comunidade, temos que agir pela comunidade", destacou a multiplicadora.

Carmem Palmquist, 15 anos, está no 2° ano do ensino médio e em junho deste ano completará 16 anos e poderá votar pela primeira vez. Ela conta que o diálogo consciente e aberto com o pai e a mãe sempre a ajudou a ter clareza sobre a importância que votar tem, sobre esse poder de decisão que afeta no coletivo. "Desde sempre meus pais me orientam e me dão muita liberdade", comentou.

Carmem Palmquist, 15 anos, está no 2° ano do ensino médio e em junho deste ano completará 16 anos e poderá votar pela primeira vez (Ivan Duarte / O Liberal)

A jovem com um grupo de 15 amigos e amigas entre os 14 e 17 anos costumam conversar sobre o cenário político do Brasil. Apesar de não ser obrigatório o voto, ela diz que está ansiosa para votar e exercer seu poder de escolha, enquanto cidadã. "A gente como um grupo chegamos a conclusão que estamos insatisfeitos com a atual gestão. Então, o melhor jeito de poder decidir, é votando. É a nossa liberdade política de cumprir os nossos direitos. No grupo nós somos pelo menos 14 pessoas. Temos amigos que já voltam, mas também temos aqueles que ainda não votam, mas nós já conversamos desde agora, para que quando eles façam 16, também possam votar. Eu estou ansiosa pelo primeiro voto", disse.

A multiplicadora da campanha Cada Voto Importa, em Belém, afirma que as ações digitais ocorrem até o dia 4 de maio, último prazo para emissão do título eleitoral. E, antes disso, o coletivo pretende realizar mais uma campanha presencial, só que com a abordagem nas escolas da Região Metropolitana de Belém. "Estamos atuando desde fevereiro e vai até 4 de maio. A gente tem o site, tem todas as dicas de como fazer a barraquinha para quem deseja ser um multiplicador. Também temos informações de como tirar o título, com linguagem acessível e jovem. As próximas ações serão nas escolas da região metropolitana.

A campanha funciona nacionalmente, conta com 10 multiplicadores e qualquer pessoa de qualquer lugar do Brasil pode acessar o site e tirar o título eleitoral em menos de 10 minutos. Acesse aqui para saber mais.

Belém
.

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM