Belém terá reforço de iluminação pública com revitalização em pontos turísticos e históricos

Caixa Econômica Federal anunciou resultado de leilão que inclui a capital

Redação integrada de O Liberal
fonte

Serviços de modernização de 90 mil lâmpadas, além de iluminação especial de 41 pontos históricos e turísticos de Belém, reduzindo o consumo de energia atual em no mínimo 46%, em dois anos, serão realizados na capital paraense: esse é o resultado dos leilões para concessões de iluminação pública de Belém (PA) e Sapucaia do Sul (RS), divulgou esta sexta-feira (6) a Caixa Econômica Federal.

Os leilões foram realizados pela manhã, em São Paulo. As concessões destes serviços, nos dois municípios, foram viabilizadas por meio do Fundo de Apoio à Estruturação e ao Desenvolvimento de Projetos de Concessão e Parcerias Público-Privadas (FEP), criado pelo Governo Federal e administrado pela Caixa.

image Avenida João Paulo II (Ricardo Amanajás/ Ag. Pará)

Concessão durará 13 anos


Em Belém, o consórcio Belém Luz de Belém II, que arrematou os serviços na capital, inclui em seu acordo de operação, a expansão e manutenção de todo parque de iluminação pública da cidade - que deve alcançar 101 mil pontos ao final dos 13 anos de contrato.

Os consórcios Belém Luz de Belém II e Ilumina Sapucaia do Sul foram os vencedores dentre 16 propostas inscritas e vão prestar serviços com o objetivo de desenvolver, modernizar, expandir e promover a eficientização energética, além de operar e realizar manutenção nas redes locais.

"O sucesso dos dois leilões de hoje soma-se ao dos três leilões bem sucedidos em agosto deste ano e demonstra que estamos no caminho certo”, avaliou a vice-presidente de Governo da Caixa Econômica Federal, Tatiana Thomé.

Segundo ela, “o maior beneficiado dessas concessões é a população dos municípios contemplados, que receberá um serviço de qualidade, gerando impactos positivos no turismo, comércio e segurança pública”.

image Área do Ver-o-Peso (Agência Belém)

Os projetos de concessão de iluminação pública de Belém e Sapucaia do Sul foram selecionados por meio de chamamento público do Fundo de Apoio a Estruturação de Projetos de Concessão e PPP (FEP) e tem apoio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e da Secretaria Especial do Programa de Parcerias e Investimentos (SPPI).

A estruturação da PPP é realizada pela CAIXA em parceria com a Corporação Financeira Internacional (IFC), instituição ligada ao Banco Mundial, e conta com o cofinanciamento do Global Infrastructure Facility (com informações da Caixa Econômica Federal) .

Palavras-chave

Belém
.
Ícone cancelar

Desculpe pela interrupção. Detectamos que você possui um bloqueador de anúncios ativo!

Oferecemos notícia e informação de graça, mas produzir conteúdo de qualidade não é.

Os anúncios são uma forma de garantir a receita do portal e o pagamento dos profissionais envolvidos.

Por favor, desative ou remova o bloqueador de anúncios do seu navegador para continuar sua navegação sem interrupções. Obrigado!

ÚLTIMAS EM BELÉM

MAIS LIDAS EM BELÉM